Política

Obras no Centro de Educação Infantil no Guatós serão retomadas

Fonte: Assessoria de Imprensa PMC em 26 de Setembro de 2017

Obra, realizada com recursos federais, será concluída no Guatós.

Clóvis Neto/PMC

Além da retomada da obra da Unidade Básica de Saúde no bairro Guatós, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira autorizou, na noite do dia 20 de setembro, a retomada das obras do Centro de Educação Infantil "Professora Miriam Mendes", no mesmo bairro. As duas construções ficam localizadas na rua José de Barros Maciel, próximas ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS II). O espaço vai atender crianças de zero a cinco anos e os recursos para a retomada das obras são provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, vinculado ao Ministério da Educação.

O local abrigará 08 salas, bloco de serviços com lavanderia e cozinha, salas para secretaria, professores, direção e coordenação. Haverá sala multimídia e sala multiuso, refeitório, anfiteatro e playground. O total de área construída é 1.211 m². A capacidade de atendimento do local é de até 210 crianças, em dois turnos (matutino e vespertino) ou 110 crianças em período integral.

De acordo com ela, há uma necessidade de abertura de instituições escolares naquela região, especialmente para crianças na primeira e segunda infância. "Nós temos uma demanda reprimida no bairro Guatós, entre o loteamento Pantanal e mais esses empreendimentos imobiliários que estão sendo finalizados. Precisamos oferecer escola a cerca de 220 crianças de zero a cinco anos naquela região", afirmou Maria Eulina Rocha dos Santos, secretária municipal de Educação.

A nova unidade escolar que vai atender crianças de zero a cinco anos vai facilitar o cotidiano das famílias, pois estará mais próxima das residências dos alunos. A secretária afirmou que isso poderá fazer com que os alunos de escolas como Clio Proença, que está com demanda altíssima e desde crianças de quatro anos até o EJA, possam ser redistribuídos, facilitando a gestão escolar, melhorando o ensino-aprendizagem e o dia a dia dos responsáveis pelos estudantes. Isso possibilitará também a readequação das salas de aula nessa escola, favorecendo ambiente para instalação de biblioteca e auditório, aprimorando o ensino da própria instituição, que funciona os três turnos.

A ideia é que futuramente uma escola de Ensino Fundamental seja implantada nas proximidades do novo Centro de Educação Infantil. "Na parte alta da cidade, temos três unidades escolares estrategicamente planejadas. Temos a escola Almirante Tamandaré, que pega a população dos Cravos, uma demanda que não atende o José de Souza Dammy, um pouco do loteamento Pantanal e mais a área da rua Rio Grande do Norte. Temos o Clio Proença, que atende também ao Guanã I e II, parte da Nova Corumbá, o que não cabe no Ensino Fundamental. Nós temos a escola Cássio que pega o condomínio Guanabara, conjunto Primavera e o residencial Pantanal. A parte alta é onde a cidade está crescendo e precisamos de novas instituições escolares", afirmou Maria Eulina.