Política

Comprometimento social e redução da taxa de esgoto, são algumas das solicitações de Marcelo Iunes para renovar concessão da Sanesul

Fonte: Da assessoria PMC em 12 de Dezembro de 2017

Prefeito apresentou condições que devem ser analisadas pela empresa para uma futura renovação.

Clóvis Neto/PMC

Ajudem o hospital, disse o prefeito. Há a possibilidade de criar uma agência municipal de água e esgoto.

Em reunião com a direção da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), no final da manhã desta terça-feira, 12 de dezembro, o prefeito Marcelo Iunes iniciou as tratativas que podem levar à renovação da concessão do serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Município. O atual contrato foi assinado em 1999 e vence em 2019. O início da negociação - faltando mais de um ano para o prazo expirar - tem o intuito de garantir a ampla discussão em torno de benefícios para a população numa eventual renovação contratual.

"Apresentamos à direção Sanesul que a renovação não está descartada, mas vai depender muito da sensibilidade da empresa. Depender também de apresentarem os investimentos já feitos e os que serão realizados no período de vigência da concessão, após uma eventual renovação. Com esse debate franco, queremos garantir que a população de Corumbá saia ganhando e não a Prefeitura", afirmou o chefe do Executivo corumbaense.

Ao diretor-presidente da Sanesul, Luiz Carlos da Rocha Lima, o prefeito apresentou condições que devem ser analisadas pela empresa para uma futura renovação. "Uma das situações que apresentamos é a necessidade de baixar o valor de 70% cobrado pela taxa de esgoto sobre o valor da água. Dá para ser um valor menor. Solicitamos que reduzam para um percentual entre 30% e 50%. Vamos buscar um índice satisfatório", disse Iunes.

O prefeito também cobrou maior comprometimento social da concessionária com a cidade. "Que façam investimentos na área social. Ajudem o hospital, por exemplo,", argumentou. Marcelo Iunes ainda pediu que a empresa "faça um serviço adequado de recuperação do asfalto e pavimentação após execução de obras na rede". A Prefeitura encaminhará, nos próximos dias, um relatório à Sanesul indicando os pontos críticos onde a concessionária do serviço de água e esgoto promoveu intervenções e não recuperou adequadamente a pavimentação.

"Nossa conversa é que se for para renovar, que tragam maiores benefícios para nossos munícipes", afirmou Marcelo Iunes ressaltando que o Executivo Municipal já promove estudos que avaliam a viabilidade da retomada da concessão pela Prefeitura e criação de uma agência municipal para gerenciar o serviço de água e esgoto. "Foi uma primeira reunião. A Sanesul nos procurou para saber a possibilidade da renovação e iniciamos a conversa. Temos projetos, não só o de renovação, mas como o de retomar a concessão para a Prefeitura e criar uma agência municipal de água e esgoto. Estudamos o que é melhor para a cidade e nossa população", completou Marcelo Iunes.

Para o diretor-presidente da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul, essa primeira reunião foi produtiva. "Mostramos nossos investimentos e ações na cidade. Ouvimos as demandas que o prefeito nos fez. Vamos avançar nas tratativas de uma futura renovação da concessão, que vai trazer benefícios para a população. O prefeito nos solicitou a redução da taxa de esgotamento sanitário. É uma norma nossa, a proposta de acatar a solicitação. Foi um encontro muito positivo", disse Luiz Rocha.

Também participaram da reunião o gerente regional da Sanesul em Corumbá, Eduardo Duque, e o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ricardo Ametlla.