Meio Ambiente

Pescadores são detidos e autuados em 12 mil reais por pesca predatória no Porto Morrinho

Fonte: Da Redação em 12 de Janeiro de 2018

No interior do veículo foram encontrados 255 kg de várias espécies de peixe.

Divulgação/PMA

Dois pescadores foram detidos e autuado em flagrante com 255 kg de pescado capturados na Piracema e fora da medidas, além de material de pesca proibido como redes. Os indivíduos foram denunciados e detidos pela PMA quando já estavam na BR 262.

Uma guarnição de inteligência da Polícia Militar Ambiental de Corumbá, recebeu uma denúncia que elementos estavam praticando pesca predatória no Rio Paraguai na região de Porto Morrinho, cerca de 76 km de Corumbá.

Diante da denúncia, policiais intensificaram a fiscalização na região afim de deter os infratores. Em um bloqueio na BR 262, no km 764, na manhã de quinta-feira (11), os militares abordaram um Fiat Uno de cor azul onde estavam os pescadores e cerca de 255 kg de várias espécies de peixe.

De acordo com os policiais, além da captura de peixes durante a piracema, vários exemplares estava, abaixo da medida permitida pela legislação e ainda com sinais de terem sido capturados com redes de pesca (petrechos proibidos).

Os pescadores de 31 e 47 anos, receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Federal em Corumbá, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental e transporte de produto da pesca predatória, o veículo também foi apreendido.

Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Os infratores, residentes em Corumbá, também foram autuados administrativamente e multados em um total de R$ 11.840,00. Os peixes serão doados para instituições filantrópicas, depois de periciado. (Com informações da PMA)