Você é um bom ouvinte?

Por Por Ana Kelly Martinez*

A habilidade de ouvir é uma característica dos bons comunicadores que têm consciência que a interação faz parte da construção dos bons relacionamentos. Eles sabem que quando expressam suas ideias, as fazem para um ouvinte. Assim observá-los e entendê-los é fundamental para uma boa relação, seja pessoal ou comercial.

Em muitos momentos confundimos o que é ouvir e escutar. Vamos esclarecer essa dúvida. Ouvir é algo que fazemos durante quase todo tempo. Equivale a perceber os sons a nossa volta. A pessoa ouve apenas mas pode ou não interpretar a comunicação. Escutar envolve sensibilidade para detalhes da fala e equivale a compreender o conteúdo dos sons. Exige que a pessoa deva prestar atenção ao assunto, entender o que se trata, perceber o que foi dito, sentir as palavras, memorizar o assunto, opinar, levar em consideração e agir ou não em conformidade.

Todos nós falamos a uma velocidade de mais de 100 palavras por minuto, mas podemos ouvir a uma velocidade duas vezes maior. Isso significa que nosso cérebro é tentado a fazer outras coisas enquanto ouvimos. Podemos pensar ou dizer que ouvimos, mas provavelmente estaremos atentos aos nossos pensamentos e não ao que está sendo falado pelo outro. Diante disso, é preciso seguir umas dicas para ser um bom ouvinte.

Antes de tudo é preciso prestar atenção em sua linguagem não verbal, se ela está demonstrando se o que você diz está acompanhando o que está sendo dito com gestos e movimentos com a cabeça. Uma boa dica é se posicionar de frente a pessoa, mantendo o contato visual e permanecendo relativamente relaxado.

Esteja conectado naquilo que está sendo dito pelo outro e como essa mensagem chega até você, e não mantenha apenas uma postura mental de recepção, mas observe o todo por meio da leitura não verbal. Decodifique a mensagem se baseando no contexto em que ela se coloca para você e nos sentimentos e emoções que estão sendo expressas, ou não.

Para ouvir efetivamente é importante escutar, compreender e interpretar aquilo que está sendo dito. Concentrar-se no que está sendo verbalizado significa estar atento ao tema central da mensagem mais do que simplesmente ater-se a fatos isolados que sejam notadamente difíceis de lembrar.

Temos dois ouvidos e apenas uma boca porque ouvir bem é duas vezes mais difícil do que falar. Essa frase é bem conhecida por todos, mas a grande verdade é que colocá-la em prática não é tão simples assim. Siga essas dicas e estimule sua habilidade de ouvinte. Procure praticar para transformar sua forma de se comunicar.

* Diretora Executiva Falarte Comunicação.