A BRINCADEIRA ...

Por Orlando Papa Jr.

PEDINDO ..... uma licença autoral para o polêmico escritor tcheco MILAN KUNDERA, cujo título da tua primeira obra inspira o título desta coluna de hoje. Na minha juventude cheguei a degustar várias obras do KUNDERA, começando com a obra mais popular dele que é A NSUSTENTÁVEL LEVEZA DO SER, que depois virou um filme sem graça alguma. Em seguida devorei RISÍVEIS AMORES, depois O LIVRO DO RISO E DO ESQUECIMENTO, aliás o que ajudou mesmo o KUNDERA fazer o maior sucesso no ocidente, foi as duras críticas que ele fazia contra o regime comunista, e isto era um prato cheio para o governo americano. No livro A BRINCADEIRA um sujeito escreve num cartão postal, uma simples frase com uma brincadeira e ele ficou mal visto pelos camaradas e quase conheceu o inferno. E Falando em AMERICANOS parece mesmo que foi uma BRINCADEIRA a eleição de 2016, com o magnata TRUMP ganhando o pleito. Diante de um complexo sistema eleitoral americano, onde o que ganha não é necessariamente o que leva, isto é o vencedor tem que ter maioria no colégio eleitoral e não no voto popular, usei o adesivo do TRUMP no carro também por uma brincadeira, pois o meu amigo NEBA que mora em LOS ANGELES e é ligado ao partido republicano me mandou aqui para a terra tupiniquim, e vamos ver como acabará a brincadeira entre o lunático TRUMP com aquela figura DÓCIL da Coreía do Norte. Ademã e seguimos em frente ...