O Mestre dos Mestres Ensinando na Cadeia

Por Balbino G. de Oliveira

Jesus vai em toda parte,
E ensina boas maneiras
A quem prima pela arte
E a vida na Videira...

O mundo é uma escola
Para aqueles que têm fé
Que acreditam na historia
Do homem de Nazaré.

Esse homem por nós sofreu
E carregou a grande cruz,
Até a morte Ele venceu
O seu nome é Jesus!

Creio que a cadeia
É uma escola do mundo
E quando ela está cheia
Torna o homem iracundo!

Já vim com Deus na cadeia
Pregar os seus evangelhos
E vi muitas caras feias
De jovens, até de velhos!

Creio que a prisão
Faz todo homem pensar,
E desejar ser cristão
Para Cristo o salvar...

Eu falei do Cristo vivo
Para os encarcerados
E escrevi em meu livro
Esperanças aos encarcerados.

Falei do Espirito Santo
Consolo aos encarcerados
E sentindo o seu encanto
Fiz versos iluminados.

A pessoa que errou
Certamente arrependeu,
Seu pecado confessou
E Deus já lhe atendeu.

Senti mais felicidade
Ao ver presos convertidos,
Andando em liberdade
E a Deus agradecidos.

Parabéns as poetisas
Que ainda estão aqui,
Mas já sabem o que precisam
Fazer ao sair daqui!

Vão fazer mais poesias
Agradecendo a Deus
E ao seu Filho, o Messias
Que inspiram os versos seus.

Os seus versos serão luz
Para os seus bons caminhos,
E com o Mestre Jesus
Terão amor e carinho!

Parabéns especial
Para as primeiras colocadas
Pois de modo divinal
Por Deus foram agraciadas.

Graças a Deus e obrigado Jesus
Corumbá - MS 22-10-2017