Necrológio

Um ano de saudade: Heldo Delvízio!

Fonte: Adolfo Rondon em 03 de Janeiro de 2016

Nossa Homenagem Póstuma ao inesquecível cidadão Heldo Delvízio, que nos deixou no dia 31 de dezembro de 2014.

O seu Heldo foi um dos maiores filantrópicos de Corumbá e Ladário de todos os tempos. Um grande benfeitor, muito estimado por todos; o HOMEM DA GARGALHADA GOSTOSA DE OUVIR, o tricolor de quatro costados, torcedor do Fluminense do Rio de Janeiro, um ser humano que contribuiu sempre com todas as entidades caritativas, clubes esportivos, entidades carnavalescas, clubes de serviços e que gerou centenas de empregos e rendas para a Prefeitura de Corumbá, através do recolhimento de tributos. Partiu próximo de fazer 90 anos de vida dedicada a sua amada família e aos menos favorecidos da sorte.

Desde 1946 se dedicou a tradicional FARMÁCIA SANTO ANTÔNIO. Portanto, por quase 70 anos. A mesma foi fundada por Miguel Maciel de saudosa memória, genitor do colunista aqui do Jornal Correio de Corumbá, Roberto de Medeiros Maciel, professor e escritor, que usa o pseudônimo de "Betão".

Heldo Delvízio deixou viúva a Sra. Edite Faria Delvízio, filhos todos formados e bem sucedidos em suas atividades e profissões: Dr. Luiz Mário Urt Delvizio; João Bosco Urt Delvizio; Dr. Ricardo Delvizio Neto; Heldo Delvizio Filho e Kelly Faria Delvizio. Netos, bisnetos e sobrinhos. Seu irmão Hilzo Delvizio faleceu anos atrás. Já a sua única irmã, Sra. Dilza Delvizio Freire, comemorou seus 89 anos agora no dia 26 de dezembro. É viúva do inesquecível Dr. Anolbe Freire, cirurgião dentista. São genitores do Sidney Delvizio Freire; do Anolbe Delvizio Freire; da Sonia Freire de Oliveira; do Sérgio Delvizio Freire e da Solange Delvizio Freire, sogra do comunicador André Navarro. Nossos parabéns e felicitações à veneranda D. Dilza.

SAUDADE, SAUDADE, SAUDADE.