Necrológio

Registro de Falecimento e convite para Missa de 7ª dia

Fonte: Adolfo Rondon em 26 de Janeiro de 2016

É com imenso pesar que noticiamos o passamento da veneranda Sra. LUCÍLIA CURVO DE BARROS, aos 86 anos, ocorrido na manhã de quarta-feira, dia 20 de janeiro de 2016, aqui em Corumbá, devido à enfermidade.

Lucília era viúva de Ivan Rondon de Barros de saudosa memória, nora de Maria Rondon de Barros(Mery) e Osório Gomes de Barros, farmacêutico, pecuarista fundador e proprietário da Fazenda Cácia situada no Pantanal da Nhecolândia, além de músico, compositor, poeta e escritor. Deixa três filhos: Dr. Iran Curvo de Barros, médico cardiologista e pecuarista, casado com Maria José(Zeca); Iví de Barros Albaneze, casada com Dr. Domingos Albaneze, médico e atualmente um dos diretores do Hospital de Corumbá e o caçula Ivo Curvo de Barros, funcionário público, casado com Fabiana, além de diversos netos, netas e bisnetos(as).

A pranteada sempre foi dedicada ao lar, mãe e avó amorosa e carinhosa, que era muito benquista por todos que a conheceram, devido a sua simplicidade, humildade, lealdade e sinceridade. Pantaneira mesmo! Foi na Fazenda São Manoel, uma das maiores do Pantanal e que era de propriedade de sua família é que na sua juventude conheceu Ivan Rondon de Barros, outro pantaneiro legítimo. Era prima do ex-deputado federal Elísio Miguéis Curvo.

O seu corpo foi velado na Capela Cristo Rei da Rua Major Gama, centro de Corumbá, de onde saiu o féretro na manhã de quinta-feira, para seu sepultamento no jazigo da família no Cemitério Santa Cruz.


A Missa de 7.º Dia será celebrada nessa terça-feira, dia 26 de janeiro de 2016, às 19 horas, no Santuário de Maria Auxiliadora, Rua Dom Aquino, no centro da cidade. A todos que comparecerem, a família enlutada antecipa os seus agradecimentos.

Nossos sentimentos a todos da família e, a alma de Lucília Curvo de Barros, muita luz e paz no Reino de Deus.