Agronegócios

Sindicato Rural de Corumbá sedia o primeiro treinamento regional do CAR em prazo final de cadastro

Fonte: Nathalia Claro em 30 de Janeiro de 2016

Divulgação

Na última quinta-feira (28) na sede do Sindicato Rural de Corumbá, representantes do Sindicato de Corumbá e Miranda em parceria com o Senar, Famasul e Imasul, se reuniram com técnicos veiculados a produtores rurais do município para tratar do Cadastro Ambiental Rural (CAR) que está nos últimos dias de seu prazo final, 05 de maio.

O encontro serviu como o primeiro treinamento Regional do CAR, realizado pelo Senar/MS - Serviço de Aprendizagem Rural e o Imasul - Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul.

O Cadastro Ambiental Rural é um registro eletrônico para todos os imóveis rurais que tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente - APP, das áreas de Reserva Legal, dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país.
 
Criado no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente, se constitui em base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Para o presidente do sindicato de Corumbá, Luciano Aguilar Rodrigues Leite, o encontro é imprescindível nestes últimos dias de prazo do cadastro.

"Esse encontro serve como um treinamento para que os produtores realizem seu cadastro ambiental rural até maio, que é nosso prazo final. Se o produtor não realizar o cadastro, ele fica impossibilitado de adquirir uma linha de crédito bem como o financiamento para suas propriedades, nem licença ambiental para intervenção rural. Por isso é importante esta didática que estamos realizando junto aos técnicos desses produtores e empresas responsáveis para nortear o processo que está em seus últimos dias".

Segundo a engenheira agrônoma e consultora técnica do sistema Famasul, Daniele Coelho Marques, a meta é percorrer todo o Estado até o final de fevereiro conscientizando os produtores.

Presidente do Sindicato Rural de Corumbá Luciano Leite.

"O CAR prevê benefícios tanto ao produtor quanto ao meio ambiente. Ele foi lançado em 2014 e é obrigatório a todos os produtores. Nós estamos agora no módulo inscrição. O próximo passo será o módulo de análise das declarações, que levará anos. De toda maneira, o que importa agora é o cadastro e ainda nos falta bastante. Hoje no MS nos temos uma média de 80 mil propriedades rurais e no máximo 11 mil inscritos, somente 14% de propriedades cadastradas. Ainda temos um caminho muito longo a frente e fazemos então essa chamada aos demais produtores".

Dentre os benefícios de se cadastrar no sistema, estão a obtenção de crédito agrícola, em todas as suas modalidades, com taxas de juros menores, bem como limites e prazos maiores que o praticado no mercado, a contratação do seguro agrícola em condições melhores que as praticadas no mercado, dedução das APP, de RL e UR, no cálculo do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), gerando créditos tributários, linhas de financiamento para atender iniciativas de preservação voluntária de vegetação nativa, proteção de espécies da flora nativa ameaçadas de extinção, manejo florestal e agroflorestal sustentável realizados na propriedade ou posse rural, ou recuperação de áreas degradadas e isenção de impostos para os principais insumos e equipamentos, tais como: fio de arame, postes de madeira tratada, bombas d'água, trado de perfuração do solo, dentre outros utilizados para os processos de recuperação e manutenção das APP, de RL e UR, dentre outros.