Carnaval 2017

Desfile de blocos oficiais marca a quarta noite do carnaval corumbaense

Fonte: Assessoria PMC em 07 de Fevereiro de 2016

Clóvis Neto/PMC

Desfile dos Blocos Oficiais foi a grande atração da quarta noite do Carnaval Cultural de Corumbá 2016 neste sábado e madrugada de domingo na Passarela do Samba. Foram mais de seis horas de muita animação proporcionada pelos 11 blocos que integram a Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (Liblocc), além do show no palco central montado na Praça Generoso Ponce.

A festa começou com o desfile dos blocos que mostraram, mais uma vez, o porque Corumbá ser reconhecida como a cidade que realiza o melhor e maior carnaval do Centro-Oeste brasileiro. A primeira agremiação a se apresentar foi Os Intocáveis que cantou o "Amor" (é vida, calor, luz, paz e poesia... A verdadeira essência da vida...). Em seguida veio o Afro Samba Reggae (ex-Olodum), com sua batida que mistura o samba carioca e o swing contagiante do reggae baiano.

Em seguida foi a vez do Flor de Abacate levantar o público presente na estrutura montada pela Prefeitura de Corumbá na Rua Frei Mariano e Avenida General Rondon. A batida firme e o som do Boa Tarde, Boa Tarde, de José Eloy Magalhães e João Batista Carretoni, tomou conta da passarela e marcou a passagem do cinquentenário Flor, uma grande homenagem àquelas pessoas que contribuíram e ainda contribuem para o bloco comemorar neste carnaval, a sua Bodas de Ouro.

A Águia da Vila veio em seguida e cantou "Águia da Vida homenageia o compositor Marcos César e o grande cantor Bonitão". Foi um belo desfile assim como fez o Arthur Marinho, o quinto a desfilar. E o tema foi "As Olimpíadas estão no ar", com direito a comissão de frente com ‘Tocha Olímpica', inclusive, porta estandarte adulto e mirim, e outros detalhes lembrando as olimpíadas que, este ano, acontece no Rio de Janeiro.

Com o tema "Conto de Fadas", o Bola Preta marcou com a música "Bola Preta - num conto de fadas viaja na Avenida", fazendo o público cantar e sambar na Passarela do Samba. Com o enredo Nação Zumbi canta o papagaio, mas sem papagaiada", o Nação Zumbi, formado na sua maioria pela população afrodescendente de Corumbá, foi outro bloco a realizar uma bela apresentação.

A festa foi completa e entrou na madrugada desse domingo, saudada pelo bloco Vitória Régia que contou a "Vida, arte e cultura de um Gaúcho campeão", uma homenagem a Adelar Chefer dos Santos, conhecido como o Gaúcho da Pro-Art, que chegou às terras pantaneiras e escolheu Corumbá para criar suas raízes.

Outra atração foi o Oliveira Somos Nós que, este ano, veio com o tema "Flamengo 120 anos de história e tradição, sempre na primeira divisão". Foi seguido pelo Praia Bola e Cerveja que fez uma homenagem ao médico Ricardo Chauvet. Já passava das 02 horas da manhã quando o Clube dos Sem passou pela Passarela do Samba. Em busca de mais um título, a agremiação apresentou este ano o tema "Clube dos Sem, a estrela vai brilhar".