Agronegócios

Sindicato Rural de Corumbá planeja novo curral para atender os leilões

Fonte: Assessoria de Imprensa em 19 de Fevereiro de 2016

Arquivo Correio de Corumbá

O Sindicato Rural de Corumbá planeja para ainda este ano a construção de um novo curral no Parque Belmiro Maciel de Barros, compatível com o crescimento dos negócios na Feapan (Feira Agropecuária do Pantanal). Esta é uma das metas da nova diretoria da entidade.

Segundo o presidente do sindicato, Luciano Aguilar Rodrigues Leite, a estrutura do curral já não comporta mais o volume de animais comercializados nos leilões da Feapan, que no ano passado realizou arremates de 350 touros e mais de mil bovinos de corte.

"A Feapan vem crescendo ano a ano, hoje é uma das maiores feiras do Estado, e nossa estrutura do parque está pequena para receber a quantidade de animais hoje comercializados. Além disso, pretendemos retomar os leilões mensais brevemente", disse Luciano.

O atual curral tem cerca de 50 anos e foi construído ainda na gestão do prefeito e pecuarista Acyr Pereira Lima, que ajudou na concretização da obra. Luciano Leite informou que o Sindicato Rural está elaborando a parte orçamentária do novo curral e busca parceiros e doações para sua edificação.



Cadastro Ambiental - Os produtores rurais tem prazo até 5 de maio para regularizar sua propriedade perante o Cadastro Ambiental Rural (CAR). Com o objetivo de orientar e esclarecer dúvidas dos pecuaristas, o Sindicato Rural de Corumbá e o Senar/MS, uma das instituições que compõe o Sistema Famasul, realizaram o primeiro treinamento regional do CAR no município.

Para o presidente do sindicato, Luciano Leite, o evento foi de grande relevância, considerando que ainda existem muitas dúvidas sobre a legislação. "A normativa específica para os produtores pantaneiros só saiu em outubro do ano passado. Ficamos esperando o que ia acontecer até aquele período. Portanto, o treinamento veio em boa hora", destacou.

O decreto que dispõe sobre a área de uso restrito da planície inundável do Pantanal Sul-mato-grossense, oficializado como 'CAR Pantanal', foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 09 de outubro de 2015. Em Corumbá, segundo as informações do Sindicato Rural, existem duas mil propriedades rurais.

Luciano explicou que o treinamento foi oportuno ao alertar os produtores da necessidade de contratação empresas especializadas em licenciamento e profissionais da área - agrônomo ou engenheiro florestal - para elaboração do CAR. Em Corumbá, três empresas são credenciadas: Asteca, Terraplan e Rubisco Agropecuária.

Sobre o CAR - Para cadastrar suas informações, o produtor rural de Mato Grosso do Sul deve utilizar o CAR-MS, que é integrado ao SICAR, no qual deverá apresentar os dados ambientais de sua propriedade rural no Estado. O sistema já está disponível para inscrições no site do Imasul - Instituto de Meio Ambiente de MS (http://www.imasul.ms.gov.br/).

O produtor rural que não se inscrever no CAR-MS até a data limite constará como irregular, podendo ficar impedido de obter licenciamento ambiental, financiamentos e até mesmo restrições na comercialização.