Necrológio

Homenagem Póstuma a um ilustre filho de Corumbá, que exerceu o cargo de Relações Exteriores do BB nos 5 continentes!

Fonte: Adolfo Rondon em 26 de Março de 2016

É com profundo pesar que registramos o falecimento de Luiz Sidney de Figueiredo, ocorrido no dia 21 de março de 2016 e que foi velado na Capela Cristo Rei na Rua Major Gama e sepultado na manhã do dia seguinte no Cemitério Santa Cruz.

O pranteado era filho de Zenaide B. de Figueiredo e Berenice do P. de Figueiredo, o segundo filho entre dez irmãos, nascido no dia 21 de junho de 1942 aqui em Corumbá. Filho muito dedicado e carinhoso, proporcionou qualidade de vida em todos os sentidos aos seus amados pais, sendo companheiro e amigo para os irmãos Valter de Figueiredo, Tereza de Figueiredo Freire, Roberto de Figueiredo, Nelson de Figueiredo, Maria do Carmo de Figueiredo, Berenice de Figueiredo, Mirian de Figueiredo, Lourdes de Figueiredo in memorian e Márcio de Figueiredo, cunhadas, cunhados, sobrinhos, sobrinhas e netos se despedem com a certeza de que foram abençoados por Deus por tê-lo ao lado de todos.

Luiz de Figueiredo passou sua infância, adolescência e parte de sua juventude aqui na sua querida terra natal, a Capital do Pantanal, quando mudou-se para a maior cidade do interior brasileiro, Campinas-São Paulo, ingressando na Escola Preparatória de Cadetes do Exército. Formou-se em Direito, já admitido através de concurso público no Banco do Brasil na data de 06 de setembro de 1966, quando a partir desse momento exerceu uma brilhante carreira de muito sucesso. Seu caráter ilibado, compromisso, sua competência e dedicação o conduziu ao elevado cargo de Relações Exteriores do Banco do Brasil, exercendo suas funções em diferentes lugares do mundo, tais como: Inglaterra, Holanda, Costa do Marfim, Nigéria e Paraguai, o que lhe proporcionou conhecer os 5 continentes do mundo.

Portanto, na última segunda-feira, 21 de março, Luiz Sidney de Figueiredo encerrou sua missão na terra, que cumpriu com galhardia. Muito católico e de imensa fé atendeu ao chamado de Deus.

Luiz Sidney de Figueiredo partiu deixando uma saudade imensurável, uma lição de vida e de determinação a todos que tiveram o prazer em conviver ao seu lado.

Saudades eternas!!!