Agronegócios

Dalmácia Alimentos realiza palestra sobre nutrição funcional no Sindicato Rural de Corumbá

Fonte: Bruno Rodrigues em 03 de Abril de 2016

Matheus Martins

Na noite da última sexta-feira (01) às 20h00, na sede do Sindicado Rural de Corumbá, ocorreu a palestra técnica organizada em parceria com a Dalmácia Alimentos, para falar a respeito de nutrição funcional. A Dalmácia é uma empresa que atua no mercado, na área de nutrição animal.
 
O Presidente do sindicato Rural de Corumbá, Luciano Aguilar Rodrigues Leite, explicou que anualmente o sindicato procura empresas que possam ministrar palestras técnicas a fim de trazerem informações e novidades ao produtor rural, sobretudo a respeito do que acontece no mercado. A primeira empresa a dar a palestra do ano foi a Dalmácia. "A Dalmácia está retornando às atividades depois que a mesma efetuou a compra da Pantagro, gerando mais empregos e trazendo novidades ao Pantanal".
 
Rogério Fratari, médico veterinário da Dalmácia Alimentos, foi quem realizou a palestra cujo tema abordado foi a nutrição funcional. Rogério explicou que independente das condições de adversidades que possa haver na região, deve-se levar em consideração o estudo detalhado do local da criação e o controle inteligente da alimentação do animal, visando fornecer todos os nutrientes necessários, conforme a necessidade que se apresente:
 
"O importante é trabalhar, principalmente, com aditivos que vão dar uma condição melhor de sobrevivência e ganho de peso para os animais, mesmo em condições não muito favoráveis".
 
Rogério relatou que foi feita uma análise da região de Corumbá e que a empresa Dalmácia está buscando estabelecer no local novas tecnologias que possibilitem a modernização da pecuária:
 
"Estamos trazendo o que tem de melhor em termos de estudo e resultado, com o objetivo de valorizar a região do Pantanal, que é uma área rica e que precisa ser explorada de forma mais adequada. Também trabalhamos com o intuito de fomentar o desenvolvimento do agronegócio, seja trabalhando com a nutrição direta, como também trazendo matérias primas competitivas, para que Corumbá consiga produzir um animal cada vez mais em condições de atender as exigências do mercado".


 
Luciano Leite falou a respeito do projeto do Sindicato de reforma e expansão do mangueiro do Parque de Exposições, devido ao sucesso e crescimento da Feapan (Feira Agropecuária do Pantanal). Está sendo discutida também, segundo o mesmo, a possibilidade de estabelecer um alojamento, para que fosse possível realizar leilões mensais em Corumbá. Para tanto, Luciano Leite ressalta que a diretoria já tem se reunido e feito vários orçamentos: "A sede do Sindicato Rural de Corumbá foi construída através de doações, da mesma forma queremos fazer com o mangueiro do parque de exposição".
 
O Sindicato possui também um grupo de compras, desde 2013, chamado Pantanal Trade. Todo ano, o Sindicato se reúne para a compra das doses de vacina:
 
"Em 2013 compramos 250 mil doses de vacina; em 2014, foram 550 mil doses adquiridas e, em 2015, 850 mil doses. Acreditamos que para o ano de 2016 estaremos comprando cerca de 1 milhão de doses de vacina. É um grupo que vem se fortalecendo e nós queremos torná-lo uma cooperativa de compra do Sindicato Rural de Corumbá"