Necrológio

Faleceu Amin Amiden ex- bancário de Corumbá

Fonte: Adolfo Rondon em 24 de Abril de 2016

Arquivo Correio de Corumbá

Amin Amiden natural de Corumbá, que era bancário aposentado e ex-diretor do Riachuelo Futebol Clube e que também foi um dos maiores incentivadores do futebol de nossa região morre aos 84 anos!

É com profundo pesar que registramos o falecimento na manhã deste sábado, 23 de abril de 2016 em nossa cidade, do contabilista corumbaense Amin Amiden, descendente de árabes, que nasceu e passou sua infância e adolescência na residência de seus pais na Rua Tiradentes, quase esquina com a Avenida General Rondon, aqui na Cidade Branca, até a década dos anos 1960, tendo depois constituído família, deixando duas filhas: Maria Auxiliadora Moraes Amiden e Tereza Amélia Moraes Amiden, ambas do IBEF-Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças e residem em Campinas e na capital de São Paulo, que deverão chegar amanhã a Corumbá pelo avião da Azul, para seu sepultamento previsto para as 16 horas deste domingo, dia 24 de abril de 2014, no Cemitério Santa Cruz. Seu corpo está sendo velado na Capela Cristo Rei na Rua Major Gama, esquina com a Rua 13 de Junho. Era viúvo.

O pranteado durante décadas foi contador da antiga Cooperativa de Crédito do Pantanal, conhecida como o "Banquinho" da Rua Delamare e por muito tempo foi colaborador do Jornal Correio de Corumbá com sua apreciada coluna "Cantinho da Saudade", onde relembrava os grandes craques e clubes do futebol de nossa terra, inclusive sempre muito bem ilustrada com fotos históricas.

Amin Amiden era de uma família de 11 irmãos, todos nascidos e criados na Rua Tiradentes, dentre eles, Jamil Amiden que foi deputado federal pelo Rio de Janeiro e Amyr Amiden que reside em Brasília e que é considerado um dos maiores paranormais do mundo de todos os tempos, ao lado de outro corumbaense e pantaneiro Oriethy Bey, hoje com 94 anos que mora em Niterói no Rio de Janeiro. O sensitivo Amyr Amiden perante cientistas, padres, atrizes do cinema mundial e cantoras famosas transforma uma simples folha de papel em joias preciosas, possuindo uma mediunidade fantástica. Por diversas vezes convidou seu irmão Amin para ir residir na Capital Federal. Um dos grandes amigos de Amin Amiden e representante da família aqui em Corumbá é o Donizete Aires Cardoso, da Secretaria de Saúde Municipal que está providenciando toda documentação para seu sepultamento na tarde de amanhã domingo, quando seus entes queridos deverão estar presentes.

Deixa um vasto círculo de amizades, notadamente da chamada Velha Guarda. Era testemunha ocular da História de Corumbá desde a década dos anos 1940, inclusive sendo sempre muito prestativo, participando de todos os movimentos que tinham por objetivo o desenvolvimento de nossa região, fazendo Atas de reuniões de inúmeras entidades. Foi assíduo colaborador do Asilo São José durante anos. Um cidadão de muito caráter, honesto, amigo leal e dedicado ao trabalho.

A família enlutada nossos sentimentos e, a alma de Amin Amiden, muita luz e paz no Reino do Senhor. Vá com Deus!