Fronteira

De janeiro a abril, apreensões de drogas na fronteira aumentam 150%

Fonte: Assessoria de Imprensa Sejusp em 05 de Maio de 2016

Divulgação/DOF

Balanço do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) aponta crescimento de 150% nas apreensões de maconha e de 140% nas de cocaína ao longo da faixa de fronteira, nos primeiros quatro meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os números divulgados pelo DOF essa semana mostram que de janeiro a abril os policiais do Departamento tiraram de circulação 19,7 toneladas de maconha e 295 quilos de cocaína, contra os 7,8 mil quilos de maconha e 121 quilos de cocaína apreendidos no mesmo período do ano passado, nos 44 municípios localizados nas divisas com a Bolívia e o Paraguai.

Com o crescimento das grandes apreensões de drogas pelo DOF, muitos traficantes migraram para o chamado tráfico formiguinha, segundo o diretor executivo do Departamento, coronel Ary Carlos Barbosa. "Das 141 prisões em flagrante que realizamos na fronteira, 80% são de pessoas que transportavam pequenas quantidades de drogas, a maioria delas, em ônibus", afirma.

Já o número de menores envolvidos com o tráfico de drogas teve uma queda de 15% na fronteira nesse período, segundo o DOF. No ano passado foram 28 apreensões de adolescentes em conflitos com as leis por este crime, contra 24 neste ano.

Os policiais do Departamento também prendaram 39 pessoas que tinham mandados de prisão em aberto e eram consideradas foragidas da Justiça e apreendeu 27 armas de fogo, de janeiro a abril deste ano.

Neste período o DOF reforçou o policiamento de recobrimento na área urbana de Dourados, em apoio às guarnições da Policia Militar contribuindo para a redução dos índices criminais no município e no aumento da sensação de segurança entre a população. "Os números expressam o nível de comprometimento dos policiais do DOF com a causa da segurança na fronteira e no combate ao crime nos mais de 1.500 quilômetros de fronteira seca que divide o nosso Estado da Bolívia e do Paraguai", finaliza o diretor do DOF.