Saúde

Projeto Sorriso na Escola vai atender crianças do Djalma de Sampaio Brasil

Fonte: Assessoria de Imprensa PMC em 07 de Julho de 2016

Divulgação/PMC

Crianças da Escola Municipal Djalma de Sampaio Brasil serão atendidas, após as férias do meio de ano, pelo projeto Sorriso na Escola, desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com a Educação.

É o que informa a secretária de Saúde, Desiane Silva, adiantando que, antes, haverá um encontro com os pais, já que é necessária autorização dos responsáveis para que as crianças possam ser atendidas pelo dentista, no consultório que será instalado dentro do estabelecimento de ensino.

Este projeto foi iniciado pela Escola Municipal Rachid Bardauil, onde foram atendidas 131 crianças que estudam em período integral. A iniciativa está permitindo cuidados especiais com a saúde bucal das crianças da Rede Municipal de Ensino (Reme).

O coordenador de Saúde Bucal, Cláudio Alencar, explicou que a ação permitiu realizar 650 procedimentos na escola, culminando com um programa de higienização bucal que envolveu todas as crianças do estabelecimento de ensino.

O atendimento está a cargo do cirurgião dentista Luiz Antônio Leite Rocha, que tem como auxiliar Alexandra Andrade, que atuam na Unidade de Saúde do Aeroporto. "Foi melhor que esperávamos. Conseguimos atender crianças que, provavelmente, perderiam o dente", disse o cirurgião dentista.

Na sua opinião, isto se deve ao fato de que estas crianças têm dificuldades de acesso às unidades de saúde para tratamento, em virtude, muitas vezes, da falta de tempo dos país, em virtude de serviços. "Aqui na escola, estamos atendendo todas e somente encaminhados para o Centro de Especialidade Odontológica, os casos mais complexos", explicou.

Revelou também que, neste período de atendimento na escola localizada no Bairro Aeroporto, das 131 crianças atendidas, apenas cinco já havia se tratado com ele na UBS do Aeroporto, em dois anos e meio que ele está lotado na unidade, o que confirma a dificuldade que os pais têm em levar os filhos para tratamento nas UBS, e que isto somente acontece quando a criança já está com muita dor de dente.