Agronegócios

Feapan é lançada em Corumbá e terá novo curral no Parque de Exposição

Fonte: Assessoria de Imprensa em 11 de Julho de 2016

Luciano Aguilar Leite, disse que a próxima meta será a construção de uma nova estrutura do tatersal do parque.

Divulgação

Ao lançar oficialmente a edição 2016 da Feapan (Feira Agropecuária do Pantanal), durante o primeiro leilão de bovinos e equinos da Embrapa Pantanal, no último sábado, o Sindicato Rural de Corumbá confirmou a inauguração do novo curral do Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros para o maior evento do agronegócio pantaneiro. A feira será realizada de 27 a 30 de outubro.

O desmanche do velho mangueiro do parque, construído há mais de 50 anos, começa nesta segunda-feira (11) e deverá ser concluído em 1º de outubro. Orçada em R$ 300 mil, a nova estrutura é similar ao mangueiro da Acrissul, no Parque Laucídio Coelho, e poderá ser dimensionada para até 82 currais, com acessos para facilitar o trabalho de manejo. Terá ainda uma área coberta, que será usada como baias em leilões do cavalo pantaneiro.

Velho mangueiro do Parque de Exposição começa a ser desmontado.

O sindicato rural formou uma comissão pró-construção do novo curral e lançou uma campanha de doações de associados e iniciativa privada. Foi estipulado doações de seis bezerros por produtor, cujos animais serão leiloados pela Leiloboi, parceira do sindicato, sem custos de transporte e comissão. Outra opção é a doação em dinheiro, em parcelas. Não sócios também cooperam, bem como a Embrapa e Leiloboi.

Tatersal
O presidente da entidade ruralista, Luciano Aguilar Leite, disse que a próxima meta será a construção de uma nova estrutura do tatersal do parque, que leva o nome de Chico de Barros. Ele disse que as instalações atuais também estão precárias e acanhadas, como o curral, e o volume de leilões na região já justifica acomodações melhores aos produtores e compradores. O novo tatersal terá ambiente todo climatizado.

Feira
A edição deste ano da Feapan terá três leilões - gado de corte, na abertura, dia 27 de outubro; de touros selecionados da Fazenda Esperança, dia 28; e do cavalo pantaneiro, dia 29 - e quatro shows em palco aberto, sendo três gratuitos e um pago (do cantor Loubet, no dia 29). No seu lançamento, o presidente Luciano Leite convidou produtores de todo o Estado e também os criadores do cavalo pantaneiro de Mato Grosso.

Com a definição dos leilões e shows, o sindicato rural organiza o ciclo de palestras que ocorrerá durante a feira, nos dias 27 e 28, no auditório da sede da entidade. Também está em fase de negociação o espaço dos stands para exposição e venda de máquinas e implementos. No ano passado, somente no setor de insumos participaram treze empresas. O Banco do Brasil e o Sicredi já garantiram linhas de financiamento.