Saúde

Mutirão no bairro Popular Velha permite eliminar focos do Aedes aegypti

Fonte: Assessoria de Imprensa PMC em 27 de Agosto de 2016

Ação foi importante para conscientizar a população sobre a importância de manter a limpeza para evitar doenças.

Clóvis Neto

Com apoio de militares do Exército e da Marinha do Brasil, a Prefeitura de Corumbá realizou um grande mutirão na manhã desta sexta-feira, 26, no Bairro Popular Velha, região com maior índice de infestação do mosquito na área urbana, conforme o último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), com 4,6%, bem acima do aceitável que é de até 1%.

Os trabalhos foram coordenados pela Secretaria de Saúde e contou com apoio das pastas de Infraestrutura e Serviços Públicos, Assistência Social e Cidadania, e da Fundação de Meio Ambiente.

Somente em uma manhã, as equipes retiraram da região, principalmente na morraria, seis caminhões de materiais inservíveis, apropriados para proliferação do mosquito Aedes aegypti. Dessas seis viagens, cinco foram feitas por caminhões com capacidade para transportar oito toneladas, e uma com capacidade de cinco toneladas.

O trabalho foi realizado por uma equipe composta por mais de 60 pessoas, com apoio logístico de quatro caminhões, uma retroescavadeira e veículos pequenos. A secretária de Saúde, Desiane Silva, considerou satisfatório o mutirão, mas já adiantou a necessidade de fazer um outro, possivelmente em setembro.

"Retiramos uma grande quantidade de todo tipo de material inservível em todo o bairro, mas com a aproximação do período de chuvas, devemos retornar em uma segunda etapa, para continuar combatendo o mosquito e reduzir os índices no bairro", disse Desiane.

A coordenadora do Centro de Controle de Vetores, Grace Bastos, explicou que foram encontrados depósitos com larvas do Aedes. Em virtude disso, foi feita uma notificação de forma educativa, para que o próprio morador atenda as exigências, eliminando focos de proliferação do Aedes aegypti.

O mutirão fez parte da campanha denominada de "Corumbá contra o Aedes aegypti", aberta no dia 05 de agosto com blitz educativa nas regiões do Lampião Aceso, no Posto Esdras (fronteira com a Bolívia) e no centro da cidade (Frei Mariano com a Dom Aquino). Outra blitz aconteceu no dia 12 em frente à Escola Almirante Tamandaré, durante o Prefeitura no Bairro. No dia 19 de agosto, a blitz ocorreu na Popular Velha.

Foi desenvolvida durante todo o mês como parte das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.