Economia

Índice de famílias com contas parceladas cresce 6,5% em setembro

Fonte: Assessoria de Imprensa Fecomércio/MS em 29 de Setembro de 2016

Neste mês de setembro o índice de famílias campo-grandenses endividadas, ou seja, que têm contas parceladas como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros, aumentou 6,5% e passou de 55,6% a 59,2%, de acordo com pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

"O aumento do comprometimento da renda, a medida em que a economia sinaliza melhoras já é esperado, uma vez que o consumidor fica mais confiante em assumir compromissos", diz o presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), Edison Araújo.

Por outro lado, os indicadores de inadimplência também aumentaram. De 29% passou a 30% a parcela dos que informam contas em atraso. Os que dizem que não terão condições de pagar foram de 11,6% a 13,2%.

Quanto ao tipo de dívida, o cartão é apontado por 64,9%, os carnês por 25,4% e financiamento de carro por 17%.