Eleições 2016

Bernal admite conversa com Reinaldo e Marquinhos para definir apoio

Fonte: Ludyney Moura e Evelin Araujo/Midiamax em 06 de Outubro de 2016

O prefeito Alcides Bernal (PP) que ficou de fora do 2º turno das eleições municipais 2016, quando tentava a reeleição, por apenas 2610 votos, anunciará ainda nesta quinta-feira (6) qual será seu futuro na continuidade do pleito.

Bernal, que logo após a derrota do último domingo (2) lançou sua candidatura ao Governo do Estado em 2018, afirmou ao deixar a Prefeitura nesta manhã que já conversou com o candidato Marquinhos Trad (PSD) e com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), partido da candidata Rose Modesto, vice-governadora.

Nesta quinta à tarde haverá uma reunião com o diretório do PP, segundo Bernal, onde todos vão definir o apoio a um dos candidatos. O prefeito garantiu que vai apoiar alguém. "Queremos alguém que tenha compromisso com as propostas progressistas e que dê seguimento ao que fizemos na nossa gestão na Prefeitura, como projetos e obras".

O progressista obteve 111.128 votos, atrás de Rose Modesto que ficou com 113.738 e Marquinhos, escolhido por 147.694 eleitores campo-grandenses.

No primeiro turno das eleições Rose fez duras críticas a Bernal, que revidou os ataques sempre citando a participação da tucana no processo que culminou com seu afastamento da prefeitura por 15 meses.

A promessa de Bernal de disputar o governo estadual em 2018 pode distanciá-lo do PSDB, que tem como grande nome para a disputa o atual governador Reinaldo Azambuja, que pode tentar a reeleição daqui dois anos.

Já com relação a Marquinhos, pesa contra o apoio de Bernal as ligações familiares do candidato do PSD e seu passado peemedebista, sigla que reúne ferrenhos adversários políticos do atual prefeito da Capital.