Eleições 2016

Pela quarta vez, eleição de prefeito da Capital será decidida em segundo turno

Fonte: Mariana Anjos/Midiamax em 23 de Outubro de 2016

O próximo domingo será a 4ª vez que a Capital sul-mato-grosssense terá a definição de seu prefeito em segundo turno. Se enfrentam desta vez o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) e a vice-governadora Rose Modesto (PSDB).

De acordo com informações do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), a primeira vez que ocorreu segundo turno em Campo Grande foi em 1992, entre Juvêncio Cesar da Fonseca (PDS) e Marilu Segatto Guimarães (PTB).

Na ocasião, ele obteve 73.543 votos no primeiro turno e ela 54,145. Já no segundo embate, quem venceu a disputa foi Juvêncio Cesar da Fonseca, que recebeu 115,432 votos. Naquele ano ano, havia 290,955 eleitores na cidade. Desses no 2º turno compareceram 240,549, enquanto 50,406 faltaram. No primeiro turno, do total de eleitores, 248,231 compareceram e 42,724 se abstiveram de votar.

Eleição mais disputada
Quatro anos depois, em 1996, ocorreu pela segunda vez, um segundo turno em Campo Grande, com José Orcírio dos Santos (PT), mais conhecido como Zeca do PT, e André Puccinelli (PMDB). No primeiro turno, o peemedebista recebeu 81,217, contra 101,657 do petista. No segundo turno André venceu com 131,124 votos, enquanto José Orcírio obteve 130,713. Essa ficou conhecida como a disputa mais apertada já ocorrida na cidade, com diferença de apenas 411 votos para o vencedor.

Após esse pleito, passou-se 16 anos para a capital sul-mato-grossense ter segundo turno novamente. A terceira vez que foi definido o chefe do Executivo municipal desta forma foi em 2012, entre Alcides Bernal (PP) e Giroto (PR), à época do PMDB. Bernal obteve 447,215 votos e Giroto 285,025.

No segunto embate, Bernal venceu com 270,927 votos, enquanto o ex-peemedebista obteve 162,212. O número de eleitores na época era de 561,630.

Agora, neste ano de 2016, acontece pela quarta vez um segundo turno em Campo Grande, que será definido no próximo domingo (30). Disputam o cargo de prefeito o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) e a vice-governadora Rose Modesto (PSDB). No primeiro turno, Trad recebeu 147,694 votos e a tucana 113,738. O primeiro pleito ocorreu no dia 02 deste mês.