Agronegócios

Feapan tem leilão de 300 touros na inauguração do novo mangueiro

Fonte: Assessoria de Imprensa em 28 de Outubro de 2016

O presidente do Sindicato Rural, Luciano Aguilar Leite, destacou a parceria dos associados e de empresas na construção do novo mangueiro, com doações em animais e dinheiro.

Divulgação

Aberta na noite de ontem (27), a 12ª edição da Feapan, maior feira agropecuária do Pantanal, em Corumbá, terá o concorrido leilão de 300 touros na noite desta sexta-feira (28) e a inauguração do novo mangueiro do Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros. A nova estrutura, agora metálica, substitui o curral de madeira construído há mais de 50 anos.

A feira segue até domingo com mais dois leilões - gado de corte e cavalo pantaneiro - e shows e conta com stands do Governo do Estado e empresas de implementos e suprimentos agrícolas. Durante o dia, são realizadas oficinas e palestras, no parque e também na sede do Sindicato Rural de Corumbá, promotor do evento. Nesta sexta, também ocorre o julgamento do cavalo pantaneiro.

Na cerimônia de abertura da Feapan, realizada no recinto da Casa do Cavalo Pantaneiro, o presidente do Sindicato Rural, Luciano Aguilar Leite, destacou a parceria dos associados e de empresas na construção do novo mangueiro, com doações em animais e dinheiro. Também agradeceu o apoio do Governo do Estado para a realização da feira, citando que a prefeitura de Corumbá retirou sua participação.

"A decisão de última hora da prefeitura poderia inviabilizar a nossa feira, mas falei com o secretário estadual Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), que sempre foi nosso parceiro enquanto presidente da Famasul, e prontamente ele garantiu o apoio financeiro que necessitávamos para bancar a estrutura do evento", disse Luciano Leite, observando que o governador Reinaldo Azambuja também tem sido "um grande amigo" dos pantaneiros.

Produtor presente
Luciano citou, em sua fala, que mesmo no atual cenário de crise econômica, os produtores pantaneiros se uniram para garantir a construção do novo mangueiro - cuja estrutura é semelhante a da Acrissul, no Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande -, lembrando que esta junção da classe também foi fundamental na edificação da sede própria do sindicato, no centro de Corumbá, uma das mais modernas e arquitetura arrojada do Estado.

A abertura da Feapan contou com a presença de grande número de produtores e autoridades, destacando-se a diretora-secretária da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS), Tereza Cândido; o diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini; diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS, Nelson Cintra; e o chefe da Embrapa Pantanal, Jorge de Lara.

Shows
Nesta sexta-feira, a programação da Feapan começou com a primeira etapa do julgamento do cavalo pantaneiro, com a participação de animais de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, e uma sequencia de palestras, que se seguem até o fim da tarde. Às 20h, acontecerá a inauguração do novo mangueiro do Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros e o leilão de 300 touros das fazendas Esperança e Ema Agropecuária.

Na sequencia, a Feapan brindará o público corumbaense e visitantes com o show gratuito da dupla Alex e Ivan. No sábado, está programado o super show do cantor Loubet, que será cobrado. No encerramento da feira, no domingo, baile regional, às 20h, também com entrada franca no parque de exposição, e leilão do cavalo pantaneiro com oferta especial de gado de corte, a partir do meio-dia.

Turismo e produção
Esta edição da Feapan conta com um pavilhão do Governo do Estado, próximo ao tatersal do parque de exposição, onde a Agraer e a Fundação de Turismo montaram estandes com folhetagem dos principais destinos turísticos do Estado e com hortifrutigranjeiros, artesanatos e produtos caseiros trazidos pelos pequenos produtores rurais dos assentamentos de Corumbá e Ladário. A Agraer está realizando também várias oficinas para os assentados.