Educação

Estudantes do IFMS de Corumbá e Dourados participam de competição nacional de foguetes

Fonte: Ascom/IFMS em 04 de Novembro de 2016

Equipes do IFMS se classificaram para a Jornada de Foguetes através das mostras locais realizadas esse ano

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) terá duas equipes na edição 2016 da Jornada de Foguetes. O evento nacional reúne alunos do ensino médio e é promovido pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

Participam da Jornada discentes dos campi Corumbá e Dourados. As equipes são compostas por três estudantes e um professor e foram selecionadas durante a Mostra Brasileira de Foguetes, realizada nos dois municípios no mês de abril.

Feitos com garrafas pet, os foguetes são lançados a partir de uma base presa no chão e utilizam como combustível uma mistura de vinagre e bicarbonato de sódio. Classificaram-se para a competição nacional as equipes que atingiram alcances horizontais acima de 120 metros, medidos entre o ponto de saída e parada do foguete.

A participação também está condiciona ao envio de um relatório descrevendo a construção do foguete, da base de lançamento e todas as precauções de segurança tomadas para os lançamentos.

O evento começa nesta sexta-feira, 4, no município de Barra do Piraí/RJ, e vai até o dia 7.

Expectativa - O Campus Corumbá será representado por estudantes do 6º semestre do curso técnico integrado em Metalurgia, liderada pelo professor Everton Policarpi. Na mostra local, eles realizaram um lançamento que atingiu 146 metros.

"Essa é a primeira vez que participaremos do evento nacional. A Jornada será importante para que os alunos conheçam mais sobre astronomia e montagem de foguetes, além de possibilitar a verificação da aplicação de conceitos científicos e matemáticos, que na maioria das vezes são vistos em aula de maneira teórica", destaca Policarpi.

Já o Campus Dourados terá como representes estudantes do 2º semestre do curso técnico integrado em Informática para Internet. Na mostra local, o lançamento da equipe atingiu 122 metros. Ela é liderada pelo professor Rafael dos Santos. A discente Raysa Caroline Lima é uma das integrantes da equipe.

"Ficamos bastante surpresos, pois não esperávamos atingir essa marca. Antes de participar nem conhecíamos o processo de construção e lançamento do foguete, que pode ser feito a partir de materiais que encontramos no dia a dia. Agora esperamos poder aprender mais no evento, principalmente a partir do contato com as equipes de outras partes do país", afirma.

Para as mostras locais foram realizadas atividades preparatórias nos dois campi, como um "aulão" - abordando conceitos de diversas disciplinas, incluindo história, física, informática e química, necessários para o lançamento - e oficinas de montagem.

Santos explica que após a mostra local as atividades prosseguiram para aperfeiçoar o projeto. "Trabalhamos na base de lançamento, além de realizar testes aerodinâmicos e com a quantidade de combustível. Nossa meta é superar a marca já atingida".

As equipes do IFMS recebem apoio institucional para participação no evento, através dos campi Corumbá e Dourados, incluindo a concessão de auxílio aos estudantes.

Jornada - A 10ª edição do evento reúne cerca de 200 equipes de todo o Brasil. Além dos lançamentos, as equipes precisam também apresentar o foguete, com detalhes, fotos, esquemas e vídeos dos lançamentos.

Cada equipe poderá efetuar dois lançamentos. Os itens obrigatórios e as normas de segurança constam no regulamento da Jornada. Os melhores participantes receberão troféus, medalhas e menções honrosas, de acordo com a distância alcançada nos lançamentos.

Mais informações sobre o evento estão disponíveis na página da Olimpíada Brasileira de Astronomia: www.oba.org.br.