Economia

Procon de MS vai notificar Banco do Brasil pelo fechamento de agências bancárias

Fonte: Anny Malagolini/Midiamax em 23 de Novembro de 2016

Serão desativadas três agências na Capital e uma em Corumbá.

Em virtude da notícia do fechamento de quatro agências bancárias pelo Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) informou que irá notificar a empresa para que seja esclarecido o processo de reestruturação e garantir que o consumidor não seja prejudicado.

De acordo com a superintendente para Orientação e Defesa do Consumidor, Rosimeire Cecília da Costa, "o banco deverá informar quantas agências serão fechadas no estado e municípios, quais canais de atendimento serão colocados à disposição do consumidor e as medidas a serem tomadas para minimizar eventuais filas e demora do atendimento, reclamação frequente de muitos consumidores".

A superintendente acrescenta que, em Mato Grosso do Sul, uma situação que preocupa bastante é a de Corumbá, quanto à informação sobre o fechamento, nos fins de semana, dos caixas eletrônicos para saque e outras transações, ainda mais por ser município de grande potencial turístico, considerando a porta de entrada do Pantanal.

Os Procons de todo o país realizarão em conjunto uma solicitação ao Banco do Brasil, para que apresente um plano de comunicação para garantir a informação prévia e plena para os clientes sobre as mudanças a serem realizadas com o fechamento das agências.

O Procon/MS orienta que eventuais reclamações deverão ser feitas pelo telefone (67) 3316-9800. O Disque Denúncia é o 151. O Procon Estadual localiza-se na Rua 13 de junho, 930, no Centro de Campo Grande. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

Fechamento - A reestruturação anunciada pelo Banco do Brasil em todo o País implicará no fechamento de três agências em Campo Grande e mais uma no município de Corumbá. A agência localizada na Rua 13 de Maio esquina com a Rua Dom Aquino será desativada, assim como as unidades do Parque das Nações indígenas - na Avenida Afonso Pena -, e a Cachoeira, na Avenida Ricardo Brandão - ao lado da Câmara Municipal.

Ao todo serão desativadas 402 agências, mas em Mato Grosso do Sul, apenas quatro devem ser atingidas pelo corte. A quarta unidade a ser desativada está localizada na Rua Frei Mariano em Corumbá, chamada de "Capital do Pantanal".

O banco também anunciou que quatro agências do Estado serão transformadas em postos de atendimentos. A unidade em atividade no campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul em Campo Grande é uma delas.

A modificação proposta pela empresa vai implicar ainda no atendimento da agência em funcionamento no Shopping Avenida Center em Dourados; na Avenida Brasil na cidade de Ponta Porã e a única unidade do município de Rio Negro vai deixar de operar como agência.