Cultura

Moinho in Concert celebra o clássico natalino e a poesia sul-americana

Fonte: Assessoria Moinho Cultural em 03 de Dezembro de 2016

Assessoria Moinho Cultural

São doze anos de história, sonhos realizados e a capacidade de transformação presente na vida de crianças, adolescentes e jovens que integram o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, criado em 2004. O prédio, construído em 1946, mas reformado, completa 70 anos, e há doze funciona como sede de um projeto que se tornou referência em Corumbá e toda a América. Neste domingo, 4 de dezembro, às 20h, no Complexo Poliesportivo, na rua Porto Carreiro, em Corumbá, o espetáculo Moinho in Concert sintetiza em música e dança o resultado desta trajetória de desafios e conquistas.

O espetáculo percorre do clássico ao regional com o Conto Natalino e Canto Sul-americano. São dois momentos distintos mas igualmente intensos e marcantes, que mais uma vez busca traduzir, no palco, todo o esforço dos envolvidos com a missão do Moinho: a formação de cidadãos na região de fronteira, e de grande vulnerabilidade, entre Corumbá, Ladário, Puerto Quijarro e Puerto Suarez. Mesmo diante de enormes dificuldades, o Moinho se supera e prossegue sua missão.

"Neste ano fizemos uma parceria com a Prefeitura de Corumbá, teremos estrutura montada, palco, luz e som, em um ginásio coberto", afirma o coordenador geral do Moinho, José Roberto dos Santos Júnior. "Pela primeira vez faremos um espetáculo dividido, balé clássico e regional, com dois figurinos, é um grande desafio, mas as crianças estão dando conta do recado", acrescenta.

No Conto Natalino, primeira parte do programa, o Moinho in Concert apresenta fragmentos de um tradicional conto de Hoffmann musicado por Tchaikovsky, chamado "O Quebra Nozes". O encanto e a magia estão presentes nos personagens, figurino, música e dança dos pequenos bailarinos. Com Clara, protagonista do conto, as crianças conhecerão lugares e personagens mágicos na noite de Natal.

Hermanos Irmãos encantam a América
Na segunda parte, o Moinho in Concert homenageia três dos principais expoentes da música de Mato Grosso do Sul e latino-americana, Márcio de Camillo, Jerry Espíndola e Rodrigo Teixeira, que formam o trio Hermanos Irmãos. "Somos tão diferentes, somos tão parecidos, nosso estado é grave, eu sei; mas ainda estamos vivos", diz a letra da composição Hermanos Irmãos, carro-chefe do primeiro CD gravado pelo grupo.

Em 2014 eles gravaram em Assunção, no Paraguai, o segundo CD, "Por América", e algumas músicas o grupo poderá apresentar no final do espetáculo, durante as homenagens. "Sou da América, sou da América, sou da América do Sul", exalta a canção. "Bandeiras separam a terra; fronteiras em uma mesma nação: somos latinos hermanos irmãos".

Serviço: Moinho in Concert, espetáculo Conto Natalino e Canto Sul-americano, dia 4 de dezembro, domingo, às 20h, no Complexo Poliesportivo da rua Porto Carreiro, em Corumbá.