Meio Ambiente

Versatilidade da moringa é tema de dia de campo

Fonte: Assessoria de Imprensa Embrapa em 19 de Janeiro de 2017

Evento aberto ao público irá discutir o uso da planta em diversas receitas

Os variados usos da moringa na alimentação humana e animal são o tema de um dia de campo oferecido gratuitamente pela Embrapa Pantanal em Corumbá (MS) no próximo dia 21. Durante a manhã deste sábado, das 08h às 12h, no lote 175 do assentamento Taquaral, os participantes poderão aprender receitas feitas com a planta - como chá, suco, tapioca e macarrão coloridos com folhas da moringa - e técnicas para aproveitá-la na fabricação de feno bovino e na ração do frango caipira.

"A moringa tem alto teor nutritivo. É rica em vários minerais, como fósforo, cálcio e ferro. Ela também tem grandes quantidades de proteínas e vitaminas, podendo ser utilizada tanto em sua forma fresca quanto seca. Ela tem todos esses nutrientes e possui baixa caloria. Por isso, é interessante, inclusive, para as pessoas que estão fazendo dieta. A planta é considerada um alimento funcional porque possui várias substâncias que previnem doenças, como antioxidantes e pigmentos carotenoides, que fazem bem à saúde". As informações são do pesquisador Frederico Lisita, da Embrapa Pantanal.

Além de Lisita, a pesquisadora Raquel Soares, da mesma instituição, e a acadêmica de licenciatura em educação no campo pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Jacqueline Saraiva, serão responsáveis por repassar as informações aos participantes. Saraiva, que testou e elaborou algumas das receitas a serem repassadas no dia de campo, conta que um dos atrativos de se trabalhar com a planta é sua fácil manutenção. "Só no início é que precisamos plantar as sementes nos tubetes e regar sempre. Depois que ela está crescendo, não é preciso molhar o tempo todo. Ela se transforma em árvore com rapidez".

De acordo com Lisita, a moringa pode ser plantada de várias maneiras, sendo adensada ou manejada para se adequar a sistemas de consórcio (como o agroflorestal). "Ela ajuda na recuperação do solo, já que produz muitas folhas com frequência. Podemos usá-la para fazer cobertura ou fertilizar esse solo. Quando estão mais adensadas, as plantas podem ser usadas como quebra vento e para fornecer sombreamento parcial a outras espécies. Ela pode se tornar uma árvore, um arbusto ou mesmo uma pequena erva, se quisermos".

A participação no dia de campo é gratuita e aberta ao público.

Serviço
Dia de campo - usos da moringa na alimentação humana e animal
Data: 21/01
Horário: das 08h às 12h
Local: sítio Divina Luz (próximo à Agrovila 2), lote 175 do assentamento Taquaral. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (67) 3234-5957.