Esportes

Desde 2007, técnico “novato” em MS não leva um clube ao título Estadual

Fonte: Assessoria FFMS em 20 de Janeiro de 2017

As doze equipes que disputarão a edição 2017 do Campeonato Sul-Mato-Grossense, definiram seus comandantes. São oito técnicos que disputarão pela 1ª vez o Campeonato Estadual.

Mauro Marino no Novo, Nei César no Corumbense, Jandaia Caetano no Urso e Odirlei na Serc, são os únicos que já comandaram clubes em Mato Grosso do Sul.

O último técnico que "estreou" montando o elenco desde o início e levou o clube a conquista, foi Elói Kruger em 2007 pelo Águia Negra. De lá para cá, nenhum técnico que começou o trabalho chegou ao título.

Em 2008 Douglas Ricardo foi campeão com o Ivinhema mas já estava na equipe desde a série B do ano anterior.

Já em 2009, Yonai da Luz começou o trabalho no Naviraiense mas acabou saindo durante a competição. Itamar Bernardes assumiu e conduziu ao título. Foi o 1º trabalho de Itamar aqui mas não foi ele quem iniciou o trabalho.

Em 2010, Amarildo de Carvalho conquistou seu 3º título na carreira pelo Comercial. No ano seguinte, Mirandinha também chegou ao terceiro título em Mato Grosso do Sul pelo Cene.

O Estadual 2012 marcou o 1º título de Cláudio Roberto no estado. Pelo Águia Negra, Cláudio comandou o time até o título mas iniciou o trabalho no ano anterior.

Após quase uma década desde sua última conquista no estado, Walter Ferreira conquistou seu quinto título estadual pelo Cene em 2013.

No ano seguinte o Cene seria bicampeão com Cláudio Roberto assumindo na reta final após Paulo Muller comandar o time na 1ª fase.

Em 2015, Gilmar Calonga assumiu o Comercial durante a 1ª fase no lugar de Celinho. Em 2010 ele já tinha comandado o Costa Rica interinamente e em 2014 comandou como técnico efetivo a cobra do norte.

Na última temporada, o Sete de Setembro foi campeão com Chiquinho Lima que disputava a competição pelo 3º ano consecutivo. Em 2014, foi vice-campeão pelo Águia Negra quando disputou seu primeiro estadual.

Entre os quatro treinadores que já comandaram clubes no Estadual, Nei César foi campeão em 1999 pelo Ubiratan e Mauro Marino foi vice em 2011 pelo Aquidauanense.
Márcio Bitencourt no Comercial, Celso Rodrigues no Operário, Robert Silva no união, Márcio Máximo no Costa Rica, Rony Aguilar no Naviraiense, Nilton Bola no Ivinhema e Virgílio Ferreira no Águia Negra tentarão quebrar este tabu em 2017.