Esportes

Público prestigia nova fase do futebol de MS com a revitalização do Morenão

Fonte: Sílvio Andrade – Subcom em 29 de Janeiro de 2017

Início do campeonato estadual de futebol no Morenão.

Edemir Rodrigues/Notícias MS

O futebol de Mato Grosso do Sul reviveu, na tarde deste domingo, mais um grande momento com a reabertura do Morenão, o maior estádio universitário da América Latina. Investimentos do Governo do Estado garantiram a liberação do estádio, interditado pelo Ministério Público, e o torcedor voltou às suas dependências para assistir ao jogo Comercial e Novoperário, pela primeira rodada do Campeonato Estadual 2017.

Liberado parcialmente - apenas o setor de cobertas -, o Morenão recebeu mais de dois mil torcedores, que fizeram a festa nas arquibancadas daquele monumento de concreto inaugurado em março de 1971. Mais animada, a torcida do Comercial cantou o hino do tradicional clube quando o time entrou em campo, exatamente às 15h48, aumentando a emoção dentro e fora do campo com o ressurgimento do grande estádio.

A partida agradou ao público, fazendo jus a um dia especial do futebol regional, que busca seu resgate. A reabertura do Morenão atraiu não apenas as torcidas de Comercial e Novoperário, mas antigos torcedores e saudosistas dos bons tempos do futebol profissional. Nas cadeiras também se observava alguns ex-jogadores da época de ouro, como o lateral Diogo (Comercial) e o zagueiro Amarildo (Operário e Palmeiras).

O Comercial, melhor postado em campo, soube superar as falhas técnicas e desgastes físicos, previsíveis em um início de temporada, e venceu o Novoperário por 2 a 1, com gols de Rodrigo Ost e Roger, aos 21 e aos 44 minutos do primeiro tempo. Jeferson descontou para o Novoperário, aos 27 minutos. No segundo tempo, o time comercialino teve mais oportunidades de gols, mas o campo pesado, devido à chuva, prejudicou o espetáculo.

Ficha técnica

Jogo: Comercial 2 x Novoperário 1

Local: Estádio Pedro Pedrossian

Renda: R$ 21.360,00

Público: 2.483

Árbitro: Paulo Henrique Volkkopf, auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz e Wanderson Bogarim.

Comercial: Martin, Cafú, David, Andresson, Lucas Paulista, Quirino, Mikki (Rafael), Glauber, Rodrigo Ost (Erik), Danielzinho (Washington) e Roger. Técnico: Márcio Bittencourt.

Novoperário: Bernardo, Rafael (Maguila), Diego, Magno, Ramer, Leo Colman, Júlio Cesar, Jefferson, Edy Costa (Luan), Jhonatan e Michel (Vandinho). Técnico: Gilberto dos Santos.