Coisas que Acontecem

EXEMPLO A SER SEGUIDO

Fonte: Farid Yunes em 16 de Fevereiro de 2017

Antes mesmo de governadores, prefeitos e setores da indústria e do comércio falar em cortes de gastos e contenção de despesas, o vereador Luciano Costa (PT) já fazia a sua parte, o edil gerou uma economia de R$ 192 mil a Câmara Municipal de Corumbá e consequentemente para o município.

Em seu primeiro mandato na Casa Barão de Vila Maria, Luciano Costa abdicou do preenchimento de dois assessores parlamentares no período entre 2013-16, não se tem notícia de atitude semelhante de outro vereador na Câmara de Corumbá.

De acordo com a casa de leis, cada vereador tem o direito a nove assessores, incluindo chefe de gabinete, porém, Luciano utilizou sete assessorias, o necessário, cada assessor recebia R$ 2 mil mensais, portanto gerando uma economia de 4 mil reais mensais ou 48 mil reais anual até o fim de 2016.

Realidade que está sendo praticada na 61ª Legislatura, porque o número de assessores caiu de nove para sete, portanto Luciano Costa, já está enquadrado na nova realidade da Câmara de Vereadores.

Em entrevista a este semanário, logo após sua eleição para a presidência da Câmara, Evander Vendramini disse que o objetivo inicial é "enxugar", reduzir ao máximo os gastos com folha de pessoal e o custeio da Casa de Leis, dar o exemplo para aqueles que elegeram, medidas apoiadas por Luciano Costa.