Carnaval 2017

Colorida e muito vibrante, Nova Corumbá fez mais um grande desfile

Fonte: Da assessoria PMC em 28 de Fevereiro de 2017

Divulgação/PMC

Em busca do segundo título consecutivo, a Mocidade Independente da Nova Corumbá apostou no enredo "Chegou a hora desta gente bronzeada mostrar seu valor". Para passar a mensagem de garra e determinação de um povo honesto e trabalhador, a agremiação apostou nos encantos do samba enredo para conquistar o público e obteve êxito.

A comissão de frente composta por 10 bailarinos representando os trabalhadores que contribuem para o desenvolvimento do país anunciou a entrada da escola na avenida General Rondon. ‘Trabalhadores ao sol' foram os destaques do carro abre-alas, onde os operários edificam o Brasil e garantem o desenvolvimento e melhor qualidade de vida para a sociedade.

Indispensável nas agremiações, a ala das baianas veio representando as lavadeiras, guardando assim, a memória das mulheres de fibra que utilizam as mãos para garantir o sustento da família.

A bateria nota 10 do Mestre Diego Rojas composta por 110 ritmistas, que sempre se caracterizou por passar arrasando' na passarela do samba com o tradicional recuo a bateria, e a exuberante volta no final da agremiação, não decepcionou e fez bonito mais uma vez. A rainha da bateria, Carol Castelo, contagiou com seu sorriso e samba no pé.

Os ensinamentos que dignificam o homem foi a mensagem pelo primeiro casal de mestre sala e porta bandeira, Edelton e Walessa que desfilaram homenageando a realeza: Pai e Mãe. O segundo casal de mestre sala e porta bandeira, Helbert e Vilma Simpatia, homenagearam a saudosa Venância Duarte e Wilson Papa, considerados eternos foliões do carnaval corumbaense. Os trabalhadores noturnos foram lembrados pelo casal mirim de mestre sala e porta bandeira, Maruan e Vitória. A importância de uma infância leve e bem vivida foi retratada pelo segundo casal mirim de mestre sala e porta bandeira, Ademar e Maria.

As 18 alas da agremiação que desfilou com 700 componentes retratou desde pedreiros, garis, funcionários do lar, o homem do campo, cozinheiros, professores, pescadores, motoristas, costureiros, aderecistas, ambulantes até os profissionais da área da saúde e segurança.

Na bonita homenagem aos trabalhadores empolgou o público. A boa leitura do conjunto fez com que a Mocidade Independente da Nova Corumbá conseguisse deixar seu recado de valorização e reconhecimento aos esforços diários do povo brasileiro.