Coisas que Acontecem

CARNAVAL E HOSPITAL

Fonte: Farid Yunes em 28 de Fevereiro de 2017

Os gastos da Prefeitura de Corumbá com o Carnaval já passa dos quatro milhões de reais. Todos dos cofres públicos. Dinheiro que poderia ter participação do setor de turismo, que é o que mais ganha com a vinda de turistas.

Por outro lado, o Hospital padece com a falta de remédios e outros componentes necessários. Além disso, nos postos de saúde não funcionam internet para agendamento e nem telefone, sempre cortados.

Salários de oito, nove e dez mil reais correm à solta, muitos deles nomeados.

Observem no Diário Oficial do Município e no Portal Transparência, pagamento de dezoito mil reais para um secretário.

As despesas publicadas na Capa desta Edição explicam item por item as despesas carnavalescas neste 2017.

Ruiter em entrevista recente disse que gastava menos que o seu antecessor em 2016, que terá gasto de 1 milhão e setecentos mil reais.

Paulo Duarte no Carnaval do ano passado conseguiu da iniciativa privada trezentos e cinquenta mil reais.

Com a arrecadação despencando, assim como a da prefeitura de Corumbá, a prefeitura de Ladário se vê também em maus lençóis, pois que fez o acordo não foi a administração do serviço, não foi a administração atual e, sim, a administração passada.

Ainda não ouvimos o prefeito ladarense Ruso sobre o problema. Procuraremos ouvi-lo na primeira oportunidade.

Ainda bem que no vizinho município foram cortados quatrocentos mil reais, que seriam gastos com o Carnaval.