Meio Ambiente

Durante Operação Piracema PMA autua 64 pessoas e apreende mais de uma tonelada de pescado

Fonte: Assessoria de Imprensa PMA em 01 de Março de 2017

A Polícia Militar Ambiental (PMA) divulgou um balanço dos quatro meses da Operação Piracema, que foi realizada em todo Mato Grosso do Sul. De acordo com a PMA, os números referentes à quantidade de pessoas autuadas aumentaram 30%, em relação à operação anterior, totalizando 64 autuações, dessas 51 pessoas foram presas em flagrante. Também foi apreendido 1,4 mil quilos de pescado e R$ 125,7 mil em multas aplicadas.

Nos últimos sete anos a Polícia Militar Ambiental tem apreendido em média pouco mais uma tonelada de pescado e prendido 60 pescadores, durante as operações. "Os resultados obtidos pela fiscalização demonstram que o trabalho tem gerado os resultados esperados e aceitáveis, dentro da meta preventiva. Isto é fundamental, pois os recursos pesqueiros estão sendo bem conservados, tendo em vista que o turismo de pesca é uma variável econômica importante para o Estado e que gera milhares de empregos diretos e indiretos", ressaltou o comando da Polícia Militar Ambiental.

Desde que teve início a Operação Piracema, em novembro do ano passado, a fiscalização foi focada no monitoramento dos cardumes principalmente nos pontos em que eles são mais vulneráveis, cachoeiras e corredeiras, onde a PMA instalou postos fixos 24h neste período. Nesta quarta-feira termina o período de defeso para a proteção da Piracema em todos os rios do Estado e da União, a exceção é para os rios onde permanentemente a pesca não é permitida e em alguns locais especiais. Com o fim da Piracema, a PMA inicia agora uma nova fase da fiscalização em todo Estado.