Ladário

Peixe apreendido pela PMA vai para a merenda escolar das creches da REME em Ladário

Fonte: Assessoria PML em 10 de Março de 2017

Parte do pescado apreendido pela Polícia Militar Ambiental (PMA), com os índios Guató, vai reforçar a merenda escolar dos Centros de Educação Infantil (CEMEIs), as creches da Rede Municipal de Ensino (REME), de Ladário. A doação foi feita esta manhã e o pescado já foi encaminhado para as merendeiras das CEMEIs, que se incumbirão de preparar pratos à base do pescado pantaneiro, cheio de nutrientes.

A doação de 150 kg de pintados e cacharas, foi feita esta manhã, na sede da Polícia Ambiental de Corumbá. A secretária municipal de Educação de Ladário, Sara Almeida, recebeu o pescado das mãos do comandante da PMA do município, tenente Diego. "É um reforço que vem na hora certa, estamos na quaresma, período ideal para o consumo de peixe, uma proteína que temos dificuldade de comprar por causa do alto custo", disse Sara.

"É uma questão prevista em lei, as apreensões de pescado podem se transformar em doações para as entidades filantrópicas", explicou Diego. Segundo ele, privilegiando as crianças, já começa a se criar uma ideologia mais acentuada de conservação do meio ambiente. "A gente já pode inclusive conciliar essas doações com palestras de conscientização", afirmou.

O pescado doado à Secretaria Municipal de Educação de Ladário, e a outras entidades civis, foi aprendido durante fiscalização no Alto Pantanal. Ele fazia parte de uma carga que descia da reserva indígena dos índios Guató, com peso acima da cota e exemplares fora da medida mínima permitida por lei.

"Além de tudo, vai agregar qualidade à nossa merenda. O peixe é altamente nutritivo, o que reforçará ainda mais os alimentos oferecidos aos nossos alunos", avaliou Sara. A secretária já havia dito esta semana que vem mantendo a regularidade e a compra de alimentos de qualidade para a merenda. "Com doações desse porte, os alunos ganham ainda mais, já que, esse alimento, além de complementar as refeições diárias, ainda ajuda na assimilação do aprendizado", complementou.