Necrológio

Faleceu em Corumbá a professora Izabel de Andrade, fundadora da Escola Santa Inês!

Fonte: Adolfo Rondon em 30 de Março de 2017

Arquivo familiar

É com grande pesar que comunicamos o falecimento no início da tarde desta quinta-feira, dia 30 de março de 2017, em sua residência aqui em Corumbá, Mato Grosso do Sul, da distinta Sra. Izabel Silva de Andrade, aos 80 anos, professora aposentada, que inclusive foi fundadora e proprietária da Escola Santa Inês aqui de Corumbá, sendo descendente dos desbravadores do Pantanal da Nhecolândia(bisneta de Gabriel Patrício de Barros(Biê), cunhado de Joaquim Eugênio Gomes da Silva(Nheco), herdeiro do Barão de Vila Maria e também dos pioneiros do Pantanal do Rio Negro, como bisneta de Ciríaco da Costa Rondon, fundador e proprietário da Fazenda Rio Negro, palco da novela Pantanal da extinta Rede Manchete, que desbancou a audiência da Rede Globo nos anos 90 do século passado e que foi reprisada com grande audiência mais recentemente pelo SBT. Era filha da saudosa Amália de Barros Rondon e de João Pinto da Silva, neta de Isabel de Barros Rondon e Cornélio da Costa Rondon. Teve os seguintes irmãos: Rogério Rondon da Silva, Maria Carolina Pinto da Silva e Hélio Rondon Pinto da Silva, todos já falecidos. A Maria Carolina(Calú) era mãe de Neuza Curvo Malheiros, casada com Antônio Malheiros Neto e de Maria do Carmo Curvo, a Cotinha, que faleceu aos 18 anos). Hélio era genitor do Dr. João Armando Pinto, advogado e que foi jogador do Cruzeiro de Corumbá e funcionário do Cartório do seu Acylino Xavier; da Alda Rita Preza, economista, dedicada funcionária da Santa Casa de Campo Grande, mãe da médica Dra. Serena e também pai do Dr. Helinho, formado em Direito.

O viúvo Edécio Burguês de Andrade, que estará completando 82 anos na sexta-feira, dia 07 de abril de 2017, durante vários anos foi dedicado funcionário da Urucum Mineração S/A, que deu origem a hoje mineradora VALE. Nos últimos anos goza de merecida aposentadoria.

Comunicamos a todos que a professora Izabel já está sendo velada na Capela da Funerária ANJOS DA PAZ, situada na Rua Major Gama, entre as ruas Dom Aquino e 13 de Junho, ao lado da Drogaria Palmeira. Quanto ao sepultamento, provavelmente deverá ser no final da manhã de sexta-feira, amanhã, dia 31 de março, no Cemitério Santa Cruz.

A professora Izabel nos últimos dias já não vinha se sentindo bem de saúde, apesar de todos os cuidados dos seus entes queridos e do médico da família Dr. Domingos Albaneze Neto, seu sobrinho.

O casal comemorou suas Bodas de Ouro na noite de 29 de dezembro de 2011, em cerimônia religiosa realizada na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, seguida de um jantar no Lions Clube de Corumbá. Portanto, foram 65 anos de feliz união.

A educadora Izabel de Andrade nasceu em Corumbá no dia 05 de junho de 1936. Conforme informações do amigo Lincoln Gomes, aposentado do Banco do Brasil e grande Tenor, a prateada marcou época no Coral do Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, encantando a todos com a sua belíssima e potente voz.

Edécio e Izabel são pais de Maria Inês Andrade, professora, cantora e animada carnavalesca, genitora do Lucas Andrade, formado em Engenharia Florestal e vem fazendo muito sucesso em diversas regiões de MS como músico e cantor; do Dr. Edécio Filho, Engenheiro Agrônomo, que presta serviços a Prefeitura Municipal de Corumbá; de Maria Helena Andrade, experiente bióloga, competente funcionária concursada e de carreira da UFMS em Campo Grande, esposa do Roberto e são pais do Pablo, que já está na Universidade cursando Física e também são genitores da Maria Emília de Andrade, que foi Secretária de Finanças e Planejamento da Prefeitura Municipal de Ladário durante o Governo do prefeito José Antonio Assad e Faria, sendo genitora da Maria Eduarda(Duda), que presta serviços na APAE local e é a mamãe do Pedro Henrique.

Igualmente é considerado como filho do casal Izabel-Edécio, o Dr. Amir Fernandes, que nos anos 70 foi diretor da Rádio Difusora Mato-grossense e vereador a Câmara Municipal de Corumbá, estando há vários anos radicado na Capital do Estado.

A pranteada sempre foi muito benquista em todos os segmentos das comunidades de Corumbá e Ladário, deixando vasto círculo de amizades, uma mulher de fibra, guerreira, muito franca e sincera em seus diálogos, prestativa e responsável pela formação educacional e cultural de centenas de crianças e adolescentes, que hoje são pessoas formadas e com famílias consolidadas.

Na hora do seu falecimento chovia torrencialmente em Corumbá, com certeza, eram as lágrimas do céu pela partida da professora Izabel.

Adeus, prima Izabel de Andrade, segura na mão de DEUS e vá, vá de encontro aos nossos antepassados que a aguardam de braços aberto para aquele reencontro fraternal e que um dia pretendemos estar todos reunidos na Pátria Espiritual.