Política

Marun encerra a fase de audiências públicas na comissão da reforma da Previdência

Fonte: Assessoria de Imprensa em 30 de Março de 2017

(Foto: Luis Macedo)

O presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16), deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), encerrou hoje (30), as reuniões para a apreciação de requerimentos de audiência pública. "A fase de audiências públicas terminaram com a oitiva do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, conforme plano de trabalho aprovado lá no início dos trabalhos da comissão, vamos agora para a fase seguinte que é a entrega do relatório", afirmou Marun.

Segundo o relator da comissão, deputado federal Arthur Maia (PPS-BA), ele deve apresentar o relatório já na semana que vem. "Comprometo-me a conversar com todas as bancadas partidárias antes de entregar o texto para votação", disse Maia.

Várias autoridades, instituições, especialistas, sindicatos e diversas categorias foram ouvidas no decorrer das dezesseis audiências públicas realizadas na comissão. Nessas audiências, destaca-se a forma democrática que foram conduzidas às reuniões pelo presidente Carlos Marun, que buscou levar sempre à mesa, convidados prós e contras à reforma da Previdência.

Os parlamentares membros da comissão acompanharam todo o trabalho discutindo, debatendo, estudando a proposta feita pelo governo, onde também puderam levar suas sugestões, com muita transparência e diálogo. Agora, é esperar o texto final elaborado pelo relator, deputado Arthur Maia, para que possam seguir com os trabalhos na casa.

Em um determinado momento desta última audiência, o relator chegou a declarar e enfatizar que a reforma é uma necessidade do país e que isso foi inclusive reconhecido pelos ex-presidentes Lula e Dilma, dizendo que eles não tiveram coragem de fazer por "populismo", e isso, gerou um clima tenso entre alguns deputados da comissão que inclusive foram apaziguados pelo presidente, deputado Carlos Marun, que, para encerrar a confusão, decretou o fim do conflito: "Essa situação está solucionada, que reine a paz entre os homens e mulheres de boa vontade", arrancando risos dos presentes.

A comissão especial que trata a reforma da Previdência volta a se reunir na próxima semana.