Política

O Dia D: Puccinelli anuncia dia 1º de julho ao PMDB se será candidato ao Governo

Fonte: Airton Raes/TopMídiaNews em 05 de Abril de 2017

Arquivo

O ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), dará resposta em 1º de julho ao diretório estadual do PMDB, informando se será candidato ao governo do Estado nas eleições de 2018. O motivo da antecipação é para que o partido tenha tempo de trabalhar outros nomes para a disputa ou começar a articular pensando em futuras coligações com candidaturas majoritárias.

No final de março o diretório estadual do PMDB realizou uma reunião com membros da sigla para discutir o fortalecimento do partido visando as eleições do próximo ano. Vão realizar uma pesquisa qualitativa e quantitativa para avaliar todos os nomes do partido, não apenas para o cargo de governador, mas também para os demais cargos.

André Puccinelli é o principal nome do partido. Por isso, que foi combinado o prazo de 1º de julho para o ex-governador dar uma resposta se deseja sair candidato ao governo do Estado, se será candidato ao Senado ou se não irá disputar nenhum cargo. O senador Waldemir Moka já se colocou como pré-candidato a reeleição ao Senado.

O partido tem discutido a possibilidade do lançamento de candidatura própria ao governo do Estado. Entretanto, não quer repetir o mesmo erro da eleição a prefeitura de Campo Grande em 2016, quando o partido ficou aguardando uma resposta de Puccinelli até o último prazo estipulado pela lei eleitoral. Sem tempo, o partido não conseguiu viabilizar um outro nome para disputar a prefeitura e também não conseguiu articular uma coligação com as quinze candidaturas colocadas. O PMDB lançou chapa avulsa de vereadores, o que reduziu a bancada do partido na Câmara Municipal.