Política

Rufo pede explicações à Sanesul sobre falta de água no Jatobazinho

Fonte: Da Assessoria CMC em 05 de Abril de 2017

Vereador cobra explicações da empresa de saneamento sobre falta de água no Jatobazinho.

Divulgação/CMC

O vereador Rufo Vinagre (PR) está cobrando a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), uma solução para o problema de falta de água na região do Conjunto Jatobazinho.

O assunto foi levantado neste início de semana e na sessão da Câmara de terça-feira, 04, foi aprovado em regime de urgência, requerimento do vereador solicitando informações do gerente regional da empresa na cidade, Eduardo Duque, solicitando informações sobre o caso.

"É um absurdo que esses moradores estejam sem água para cozinhar e para tomar banho desde janeiro, sobrevivendo apenas da água das chuvas, isso quando chove, ou da ajuda dos amigos", explicou Rufo.

O vereador ainda questiona a empresa pelo fato das contas estarem sendo enviadas aos moradores. "Eles estão recebendo as contas normalmente, janeiro, fevereiro e março, sendo que a água não está sendo fornecida corretamente".

Segundo a presidente do conjunto, Miriam da Silva e Silva, a Sanesul visitou o Jatobazinho em janeiro para cadastrar os moradores, no sentido de instalar os hidrômetros.

"A Sanesul foi lá, fez o cadastro dos moradores no dia 05 de janeiro, e desde então estamos sofrendo com a falta d'agua. Existem regiões do bairro que a água chega bem fraca, mas na parte alta a pressão não é suficiente para abastecer os outros moradores", informou.

Mônica Esquer, moradora da Alameda Bugio, parte alta do conjunto, diz estar sem água desde janeiro. "Desde que a Sanesul colocou o nosso registro, a água não chegou mais em casa. A minha sorte é que tenho uma caixa d'água no meu quintal e a tenho enchido com a água das chuvas. As vezes pego água na parte de baixo do nosso bairro. O pior é que a conta de água nunca parou de chegar", ressaltou.