Política

Câmara cobra do Governo, licitação do transporte intermunicipal de passageiros

Fonte: Da Assessoria CMC em 11 de Abril de 2017

Empresa atua hoje mediante autorização do Governo, e Evander cobra nova licitação.

Divulgação

A Câmara Municipal de Corumbá está encaminhando documento ao Governo do Estado, cobrando a realização de novo processo licitatório do transporte de passageiros da linha Corumbá-Campo Grande-Corumbá. O ofício será encaminhado direto ao secretário de Estado de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli, com cópia para o governador Reinaldo Azambuja.

O assunto foi tratado na sessão ordinária nº 14, que ocorreria nesta terça-feira, 11, mas aconteceu na noite de segunda, 10, atendendo solicitação do vereador Luciano Costa (PT) e aprovado pelos demais pares, em virtude da presença do governador Reinaldo Azambuja na Cidade Branca hoje, para participar do ato que celebra os 100 dias da administração do prefeito Ruiter Cunha.

"Vamos aproveitar a presença do governador Reinaldo em Corumbá e entregar o documento. A situação não pode continuar. A população necessita de um transporte intermunicipal de passageiros de qualidade, e o serviço prestado pela Andorinha é de péssima qualidade. Vamos cobrar do Governo uma nova licitação e com a inclusão de mais empresas para fazer o trecho", informou o vereador Evander Vendramini, presidente da Câmara, autor do requerimento.

O vereador lembrou que, na sexta-feira, quando esteve na Agepan, juntamente com os vereadores Bira (PSDB) e Chicão Vianna (Solidariedade), tomou conhecimento de que a Viação Andorinha está atuando sem concessão. "O contrato está vencido a quase 30 anos e, segundo informações do diretor-presidente da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan), Youssif Domingos, a linha vem sendo mantida em favor da Andorinha somente com uma autorização fornecida pelo Governo, o que é um verdadeiro absurdo", comentou.

Outra informação é que a própria Secretaria de Estado de Infraestrutura é o órgão responsável pelo processo licitatório para o sistema de transporte de passageiros intermunicipal e interestadual. "Vamos cobrar uma nova licitação e queremos mais empresas fazendo a linha Corumbá-Campo Grande-Corumbá, duas ou até três. O que não vamos aceitar é que o Governo conceda mais uma autorização para a Andorinha continuar prestando um sérvio de péssima qualidade, com preços abusivos", reforçou.

O presidente do Poder Legislativo informou ainda que o mesmo documento que a Câmara entrega nesta terça-feira à tarde ao governador e também ao secretário de Infraestrutura, será encaminhado ao Ministério Público que está acompanhando o processo.

"Está fazendo um ano que realizamos uma audiência pública para discutir o sistema de transporte de passageiros. A Andorinha, além de não ter comparecido, sequer buscou melhorar os serviços para bem atender a população corumbaense e está atuando mediante autorização do Governo do Estado, com a concessão já vencida. Que se faça uma nova licitação para melhorar o serviço, baratear o custo, com duas ou três empresas atuando. A concorrência é importante e quem ganha é a população", concluiu.