Política

Moka diz que recursos externos vão mudar a cara de Corumbá

Fonte: Assessoria de Imprensa em 12 de Abril de 2017

O senador Waldemir Moka (PMDB) afirmou nesta quarta-feira (12) que os recursos do Fundo Financeiro para a Bacia do Prata (Fonplata) vão transformar Corumbá nos próximos anos. O contrato para liberação de US$ 40 milhões foi assinado ontem à noite entre a Prefeitura de Corumbá e o Fonplata.

Os recursos serão destinados ao financiamento parcial do Programa de Desenvolvimento Integrado de Corumbá, com foco no investimento em ações de infraestrutura, habitacional e socioambiental.

O senador foi responsável pela articulação do projeto com o Governo federal em 24 de agosto de 2016, quando a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou a contratação do financiamento. O prazo para a autorização venceria em 2 de setembro.

"Tive que correr ao ministro da Fazenda, depois à Casa Civil e por último ao presidente Michel Temer para que tudo saísse dentro do prazo. Felizmente deu certo naquela ocasião, o que ficou confirmado ontem com a assinatura do contrato", argumentou Moka.

Moka diz que o seu objetivo é colaborar com a administração de Corumbá, independentemente de que estiver no cargo. "Minha preocupação é que o município tenha recursos para investir na melhoria da cidade. Não me preocupo com ideologia de partidos", lembrou.

O parlamentar explica que, ano passado, recebeu pedido de apoio do então prefeito Paulo Duarte (PDT) para acelerar a tramitação do projeto no Senado. "Se cada administrador fizer sua parte, quem ganha é a população. O prefeito anterior, Paulo Duarte, e o atual, Ruiter Cunha, sabem que me esforcei pelo município", observa.