Cidade

Vereador Evander pede maior segurança nas feiras livres de Corumbá

Fonte: Assessoria Câmara em 17 de Abril de 2017

O vereador e presidente da Câmara de Corumbá, Evander Vendramini (PP), está pleiteando maior segurança nas feiras livres de Corumbá. A solicitação foi encaminhada ao prefeito Ruiter Cunha, com cópia para o diretor da Agência Municipal de Segurança Pública, Jorge José Pinto de Castro, e se deve aos últimos acontecimentos ocorridos na cidade, que estão preocupando tanto os feirantes, como a população de uma forma geral.

Ao fazer o pedido, Evander lembrou um caso ocorrido no dia 09 de março, na feira central, quando uma câmara instalada em uma residência na região da Rua Delamare, flagrou um morador de rua quebrando o vidro de um veículo, furtando objetos de seu interior.

"Queremos garantir maior segurança nas feiras livres. Os feirantes estão reclamando muito da situação e a falta de segurança, além de causar medo aos mesmos, também afasta os clientes, diminuindo o movimento dia a dia", explicou.

Além de maior segurança, o vereador solicitou ao prefeito e ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, a padronização das barracas e instalações d banheiros químicos nas feiras, o que "permitirá melhorar a estrutura, possibilitando maior conforto e qualidade aos feirantes e aos seus clientes".

Saúde
Outra solicitação de Evander, encaminhada ao prefeito e ao secretário de Saúde, Rogério Santos Leite, se refere à falta de médicos na Unidade de Saúde Luís Fragelli. "Os moradores estão reclamando que estão sem atendimento desde o dia em que a médica entrou de licença", informa.

Foi solicitada também a reintegração dos Agentes Comunitários de Saúde e de Controle de Endemias, assim que forem surgindo oportunidade de vaga de cadastro em suas áreas. Além de melhorar os serviços para a população, o pedido atende também os profissionais que foram exonerados e ainda se encontram desempregados.

O vereador pede ainda ao secretário Rogério Leite, estudos para prolongar o horário de atendimento na farmácia da UPA 24 Horas. Conforme ele, na maioria das vezes o paciente é atendido pelos médicos nos horários em que a farmácia se encontra fechada, dificultando dar continuidade no tratamento, pois não possuem o medicamento.

Solicita também ao secretário Ricardo Ametlla, a notificação de proprietários de terrenos baldios ao lado da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA 24 Horas). Segundo ele, os terrenos localizados na Rua Luís Feitosa Rodrigues, entre as ruas João Bosco da Motta e Delfino Scafa, no Guató, estão sujos, com muito lixo e mato alto, um risco para a saúde pública. Há risco inclusive de invasão de animais peçonhentos nas residências do conjunto.

Já ao diretor regional da Agência Brasileira de Correios e Telégrafos do Mato Grosso do Sul, Júlio César Gonzales Nascimento, Evander está solicitando maior agilidade na entrega das correspondências. "É um pedido da própria população corumbaense, que tem reclamando muito da qualidade do serviço prestado pelo órgão", justificou.