Cultura

Cia de Dança estreia sob aplausos de alunos da Escola Dom Bosco

Fonte: Assessoria Moinho em 28 de Abril de 2017

Companhia de Dança estreou na Quinta Cultural e se apresenta sábado em Campo Grande.

Moinho Assessoria

A Companhia de Dança do Pantanal estreou em grande estilo na Quinta Cultural, promovida pelo Instituto Moinho Cultural Sul-Americano em parceria com o Sesc Corumbá. Na plateia, 60 alunos da Escola Estadual Dom Bosco acompanharam o espetáculo, que teve apresentação didática da diretora executiva do Moinho, Márcia Rolon. "Estamos formando uma plateia para conhecer e se identificar com as artes", enfatizou Márcia.

A Quinta Cultural é um evento idealizado pelo Moinho, em parceria com o Sesc, que investe na Companhia de Dança do Pantanal, e com a Viação Cidade de Corumbá, que realiza o transporte dos alunos de escolas convidadas. O evento propõe a interação entre artistas, oferecendo ao público apresentações de dança e música, espaço dedicado à literatura e o Bazar da Beira, com venda de roupas a partir de R$ 2,00, como parte da campanha "Abrace o Moinho".

A Escola Dom Bosco trouxe alunos das turmas do ensino médio e, para alguns, foi a primeira oportunidade de conhecer o Moinho e ter acesso a um espetáculo gratuito de música e dança no Porto Geral em Corumbá. "A história da Escola Dom Bosco está ligada ao Moinho, que teve no padre Ernesto Sassida um grande incentivador para a introdução dos meninos no balé como forma de inclusão social", enfatizou Márcia Rolon.

A subdiretora da Escola Dom Bosco, Maria Auxiliadora Benevides, e a professora Graziela Taques acompanharam os estudantes, que também participaram do Bazar da Beira e assistiram a um vídeo-clip sobre as ações do Moinho. "É uma oportunidade rara podermos oferecer esse acesso dos alunos à música e a dança de qualidade", destacou a professora Graziela. "Estão programadas duas outras visitas à Quinta Cultural com alunos do ensino médico e do Projeto Seguindo em Frente", ressaltou Maria Auxiliadora.

Alunos da Escola Dom Bosco participaram do Bazar, conheceram o Moinho e viram espetáculo

Uma apresentação solo da bailarina Izabelle Paiva, formada no Moinho, abriu o espetáculo de dança. Seguiram-se o duo Núbia Santos e Humberto Silva; o duo Nayara Aponte e Jhônatan Parola; o duo Núbia Santos e Humberto Silva; e para encerrar o fragmento da peça Pas de Deux com o duo Izabelle Paiva e Jhônatan Parola. Também faz parte do grupo o bailarino Kelven de Jesus.

Criada pela diretora executiva do Moinho, Márcia Rolon, a Companhia de Dança do Pantanal é um projeto aberto a dançarinos de toda a comunidade e ganhou corpo com a chegada dos mestres cubanos de dança, Rolando Candia e Mayda Rivero, referência em qualificação de dança clássica sul-americana.

SEMANA PRA DANÇA
Neste sábado, 29 de abril, quando se celebra o Dia Internacional da Dança, a Companhia de Dança do Pantanal fará sua primeira excursão e vai se apresentar na Semana Pra Dança, às 18h, na Plataforma Cultural, na Esplanada Ferroviária, em Campo Grande.

A Semana Pra Dança é um evento comemorativo dos 40 anos da criação do Estado de Mato Grosso do Sul, promovido pelo Governo do Estado de MS, com realização da Fundação de Cultura e da Secretaria de Estado da Cultura e Cidadania, com parceria do Sesc, Fecomércio e Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Campo Grande).

A professora de dança, diretora artística e coreógrafa Sonia Ruas Rolon, foi uma das homenageadas na Semana Pra Dança, que reune mais de vinte apresentações de dança, aulas, oficinas e workshop em Campo Grande.

O Moinho mantém 280 beneficiários em aulas de música, dança, apoio escolar, educação ambiental, cidadania e tecnologia no contraturno escolar, e conta com o patrocínio master da Vale, patrocínio da Cielo, parceria da J. Macedo e tem como parceiros institucionais a Prefeitura de Corumbá, a Prefeitura de Ladário e a Prefeitura de Puerto Suarez (Bolívia).