Economia

Consumidor quer qualidade, preço e atendimento na hora de definir compra para o Dia das Mães, afirma pesquisa

Fonte: Assessoria de Imprensa Fecomércio/MS em 05 de Maio de 2017

Pesquisa de intenção de compras para o Dia das Mães, realizada pelo Instituto de Pesquisa Fec omércio-MS (IPF-MS) em parceria com o Sebrae MS, mostra que o comércio de MS irá receber um aporte de R$ 70 milhões no período, 13% a mais do que no ano passado. A média de gasto por presente no Estado será de R$ 135,27, valor superior aos R$ 129,46 do ano anterior.

"Estamos com expectativas mais otimistas, como aquelas refletidas no Índice de Confiança do Empresário do Comércio, o ICEC, que neste ano tem alcançado patamares elevados. Isso demonstra indícios de uma possível recuperação da economia. Diante dessas tendências, tanto para o Dia das Mães, quanto do ICEC, pode haver repercussões sobre a geração de empregos", explica o presidente do Sistema Fecomércio-MS, Edison Araújo. "Só contrata aquele que acredita na força produtiva, que aposta num cenário mais favorável e que adota estratégias assertivas. E esta pesquisa reflete um cenário mais positivo".

A pesquisa foi realizada em 13 municípios do Estado, com 2.175 pessoas. O levantamento também mostrou que investimentos em comemorações serão em torno de R$ 38 milhões voltados, principalmente, para o ramo alimentício. O gasto médio no Estado será de R$ 118,00 e 46,9% afirmam que vão comprar à vista.

Poder de compra - Com relação aos valores gastos por presente, os moradores de Três Lagoas, Corumbá e Ladário são os que estão mais dispostos a desembolsar com presente: Em média, R$ 200,00 por cada um. Esses valores representam um aumento médio superior a 40% no valor do presente em relação ao ano passado.

Os campo-grandenses pretendem gastar R$ 122,00 por presente, um aumento de 3% em relação ao valor de 2016. De acordo com a pesquisa, seis municípios ao todo apresentaram maior poder de compra para o período.

Presentes - As mães, sogras e esposas estão entre as pessoas mais homenageadas, respondendo por 47,03%, 10,32% e 8,45%, respectivamente. Os entrevistados disseram ainda que pretendem comprar um (47,7%) ou até dois presentes (17,89%). O índice de quem não informou quantos presentes vai comprar é significativo: 30%. Entre os presentes mais visados estão vestuário (26,42% ) e perfumes ou cosméticos (14,02%). O índice daqueles que ainda não definiram a lembrança ainda é alto: 26,46%. Outros itens que aparecem na pesquisa foram: calçados (9,2%), bolsas e acessórios (5,23%).

A pesquisa mostra ainda que 49,47% dos consumidores vão às compras na semana em que se comemora o Dia das Mães. Além disso, 3,72% afirmam que não sabem se vão comprar e 5,42% não definiram se vão comemorar a data. "É a oportunidade para o empresário adotar estratégias de fidelização do cliente potencial, lembrando que eles estão em busca de qualidade, preço e atendimento", afirma Edison Araújo.