Economia

Parceiros se unem para alavancar a indústria da mineração na região

Fonte: Da Assessoria CMC em 09 de Maio de 2017

Apesentação foi durante sessão de ontem à noite na Câmara.

Divulgação/CMC

Corumbá e Ladário unem forças para alavancar a indústria da mineração no Mato Grosso do Sul, em especial na região, para dar uma guinada no setor, estagnado nos últimos anos devido ao baixo preço pago pelo minério de ferro.

O assunto foi amplamente debatido na noite de segunda-feira, 08, durante sessão ordinária na Câmara Municipal de Vereadores, quando, atendendo convite da Câmara, por meio de requerimento do vereador Luciano Costa (PT), o gerente de operações da Vale, Olemar Tibães, apresentou um trabalho estratégico para reverter o quadro atual.

Trata-se do Fórum "Desenvolvimento e Competitividade para a Indústria da Mineração no MS", criado com o objetivo de identificar oportunidades para fomentar o desenvolvimento da indústria de mineração no Mato Grosso do Sul, com foco na região de Corumbá e Ladário, de forma a alavancar a competitividade do setor.

O Fórum contou com as participações de vereadores de Corumbá e Ladário; do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira; do contra-almirante Luiz Octávio Barros Coutinho, comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, que fizeram parte da mesa presidida pelo vereador Evander Vendramini (PP) e que contou com as presenças também do vice-presidente da Câmara, Gaúcho da Pró-Art (PP) e Luciano Costa, além de Olemar Tibães. O prefeito de Ladário, Carlos Ruso, foi representado pelo seu chefe de gabinete Hélder Botelho.

Olemar explicou que "a agenda positiva" foi construída por meio do diálogo entre atores dos poderes públicos municipais e estadual, além de outras instituições como a Marinha do Brasil, a FIEMS, os sindicatos dos trabalhadores e patronais das indústrias locais e diversos braços do poder federal.

Contendo 20 oportunidades concretas, que pode vir a se tornar um instrumento de planejamento estratégico para o Estado e Municípios, a agenda foi apresentada durante cerca de uma hora, seguida de um debate com participação ativa dos vereadores e do prefeito Ruiter Cunha.

As propostas levantadas, chamadas no Fórum de "oportunidades", foram divididas em 7 dimensões, nichos onde existem condições que, se viabilizadas, contribuirão para reduzir os custos operacionais das empresas do setor extrativo mineral do Mato Grosso do Sul, tornando as atividades em Corumbá e Ladário mais competitivas.

Olemar detalhou as sete dimensões dessa Agenda Positiva que são: Articulações Institucionais; Logística Rodoviária; Logística Hidroviária; Logística Ferroviária; Combustíveis e Energia; Novos Negócios e tributos. Disse que apesar do momento atual, o setor de mineração representa 79% da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) no Mato Grosso do Sul.

Convidou as Prefeituras e as Câmaras de Corumbá e de Ladário para estabelecimento de uma grande frente, no sentido de levar adiante esta proposta, e que o próximo passo na construção do Fórum é a apresentação do trabalho para a Governadoria do Estado, em forma de um "book", contendo em detalhe as oportunidades de desenvolvimento e elevação da competitividade identificadas para a indústria de mineração do Estado.

A etapa final será a criação de um Grupo de Trabalho, na forma de Conselho, que contará com representantes de todas as instituições que contribuíram para o Fórum e terá por propósito encaminhar as oportunidades para suas respectivas alçadas de responsabilidade e elaborar e implementar planos de ação que visem efetivar cada uma delas.

"Nessa fase será criado o que intitulamos ‘Conselho de desenvolvimento para a indústria da mineração no MS' e passaremos a dar um novo formato para a iniciativa, contando com a sinergia de todos os envolvidos", explicou o gerente.

Apoio total
Os vereadores corumbaenses se posicionaram favoravelmente ao estabelecimento da parceria proposta, reforçada pelo vereador Evander Vendramini. A Câmara de Ladário, por meio de seu presidente, Fábio Peixoto, também se prontificou a integrar esta ampla parceria, pelo desenvolvimento industrial da região.

O prefeito Ruiter Cunha, além de reforçar a união em torno do tema, lembrou que é preciso fazer com que a Empresa de Gestão de Recursos Minerais (MS-MINERAL), passe a funcionar de fato. Ela foi criada com a finalidade de executar atividades relacionadas à pesquisa, à assistência técnica, à preservação e à exploração de jazidas minerais do Estado de Mato Grosso do Sul.

Evander reforçou também essa necessidade e foi acompanhado pelos seus parceiros da Casa de Barão de Vila Maria presentes à sessão: Gaúcho da Pró-Art (PP); Yussef Salla (PDT); Manoel Rodrigues (PRB); Gabriel Alves de Oliveira (PMDB); Irailton Oliveira Santana, o Baianinho (PSDB); Domingos Albaneze Neto (PV); Roberto Façanha (PMDB); Tadeu Vieira (PDT); Luciano Costa (PT); Chicão Viana (Solidariedade); André Luiz Pereira Fernandes, o André da Farmácia (PTB); Paulo Constante Bertini (PSB), e Ubiratan Canhete de Campos Filho, o Bira (PSDB).

De Ladário, o apoio foi confirmado também pelos vereadores Fábio Peixoto, André Franco Cafaro, Osvalmir Nunes da Silva e Wagner Gonçalves.