Saúde

Vacinação contra gripe é prorrogada até 09 de junho

Fonte: Assessoria PMC em 26 de Maio de 2017

Prorrogada até a sexta-feira, 09 de junho, a campanha de vacinação contra a gripe em Corumbá. A imunização terminaria hoje, 26 de maio. O município tem como meta vacinar 28.329 pessoas que integram os grupos prioritários.

Segue a estratégia iniciada esta semana com a vacinação sendo disponibilizada no pronto-atendimento dos postos Pedro Paulo II e Breno de Medeiros das 18h às 22 horas; no ambulatório com as doses sendo oferecidas pela manhã, à tarde e à noite, até às 21 horas; na maternidade à noite somente para gestantes e puérperas e no Centro de Saúde da Mulher, que faz a imunização de gestantes e puérperas em horário comercial.

As doses seguem oferecidas nas unidades de saúde Beira Rio; Gastão de Oliveira (Maria Leite); Luiz Fragelli (Universitário); Fernando Moutinho I e II (Cristo Redentor); Padre Ernesto Sassida (Dom Bosco); Humberto Pereira (N.Sra. de Fátima); Lúcia Maria Pereira I e II (Kadwéus); Popular Velha e Nova Corumbá. O funcionamento é das 07h às 11h e das 13h às 17h.

Fazem parte dos grupos prioritários crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

De acordo com o Ministério da Saúde, a escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

A estimativa geral da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar 2.538 profissionais de saúde; 3.048 crianças de 6 meses a 2 anos; 5.282 crianças de 2 a 4 anos; 1.524 gestantes; 251 puérperas; 160 indígenas; 9.729 idosos; 4.819 idosos com comorbidades; 766 privados de liberdade; e 212 funcionários do sistema prisional. A campanha teve início em 17 de abril.