Coisas que Acontecem

A FALTA QUE DELCÍDIO FAZ

Fonte: Farid Yunes em 11 de Junho de 2017

Arquivo

Condenado por seu próprio erro, o senador corumbaense Delcídio Amaral tem demonstrado como sua ausência na vida pública deixa uma lacuna insubstituível não só a Corumbá, mas como a todo nosso Estado.

Sempre Delcídio e seu gabinete estavam abertos para Corumbá e a MS, sendo que os outros pouco tem demonstrado interesse, principalmente ao nosso Município.

Sendo que os atuais membros do nosso Estado no Senado, além de inativos, inúteis e debochados fazem piada com coisas sérias, como se estivessem olhando no espelho e debochasse de si mesmo: Moka, Chaves e Simone nem querem saber das necessidades de nossa cidade, mas nas eleições novamente estarão por aqui e levarão milhares de votos necessários em busca de reeleição.

Hoje com a necessidade premente, urgente de abrirmos um terceiro turno para a Clínica Real Med que funciona anexo ao Hospital de Corumbá, já que estamos com os dois turnos(matinal e vespertino) já esgotados, ocupados com 90 pacientes e mais nove a espera de vagas para fazerem Hemodiálise, precisamos de um representante no Senado que reivindique ao Ministério da Saúde a concessão para o reivindicado terceiro turno que é uma questão de sobrevivência para os renais crônicos de Corumbá e região.

Eu me lembro de que durante décadas os renais crônicos tinham que viabilizarem vagas para tratamento de diálise em Campo Grande, depois conseguir condução para levá-los e ainda buscarem local para se hospedarem na Capital. Depois graças a um grande e abnegado corumbaense, o Dr. Luis Ricardo Saab, que sem medir sacrifícios consolidou a abertura da Clínica Real Med de Corumbá, sendo que numa primeira fase, com apenas quatro vagas e com o passar do tempo já atingiu 90 pacientes em tratamento aqui mesmo na Cidade Branca, além de mais nove que estão na lista de espera para iniciarem os procedimentos visando melhor qualidade de vida.

No momento a preocupação maior do médico Dr. Luis Ricardo é conseguir junto ao Ministério da Saúde a implantação do tão necessário terceiro turno de Hemodiálise para a Clínica Real Med, sendo que em muitas cidades quando não conseguem junto ao Governo Federal, as prefeituras acabam por viabilizar mais um turno para atender maior número de renais crônicos.

No caso de Corumbá, o prefeito Ruiter Cunha ao saber do problema, já está mantendo entendimentos com o titular da Secretaria de Saúde da Prefeitura, Dr. Rogério Leite, que conhece bem essa carência de vagas, para que comece a viabilizar o tão aguardado terceiro turno para tratamento de Hemodiálise em nossa cidade.

Vale dizer que a prefeitura do vizinho município de Ladário também já se prontificou a participar dos procedimentos necessários a implantação desse terceiro turno destinado a atender os pacientes renais crônicos de nossa região.

Agora serão necessários ainda os entendimentos com autoridades da Bolívia aqui do outro lado de nossa fronteira, para que eles também participem desse importante objetivo, uma vez que os bolivianos também fazem tratamento na Clínica Real Med, sem nenhum ônus aos pacientes.

E por fim, igualmente se faz necessário à participação dos senhores Vereadores em lutarem pela conquista desse tão almejado terceiro turno para o tratamento de Hemodiálise aqui mesmo em Corumbá, evitando gastos como antes da chegada da Real Med, com passagens e estadias em Campo Grande.

E com o então senador Delcídio lá em Brasília, tudo se tornaria mais fácil.