Economia

Comércio e serviços de MS registram queda na receita no mês de abril

Fonte: Assessoria de Imprensa Fecomércio/MS em 19 de Junho de 2017

Os setores do comércio e serviços de Mato Grosso do Sul registraram queda na receita em abril deste ano, segundo dados do IBGE analisados pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS).

No comércio, a retração na receita nominal de vendas em abril foi de 7% em relação a março de 2016. No período, também houve registro de queda no volume de vendas, de 6%. No que se refere à geração de emprego, abril foi marcado por um saldo positivo no comércio.

"No entanto, trata-se de um momento instável, uma vez que o comércio tem registrado ao longo dos meses de 2017 aumentos e reduções nos saldos de emprego. Uma expectativa um pouco mais otimista para as vendas do comércio pode ser visualizada com a melhora da intenção de consumo das famílias e com os primeiros reflexos do FGTS", explica o presidente do IPF-MS, Edison Araújo.

Já no setor de serviços houve uma queda ainda mais significativa na receita nominal em abril, de 9,4%. Com isso no acumulado de 12 meses, já registra uma queda de 7%.

De acordo com a análise do IPF-MS, essa queda só não foi maior em função, principalmente, do aumento da inflação. Se por um lado o aumento inflacionário pode impactar na redução do consumo das famílias, por outro pode tentar segurar a receita nominal dos empresários, isto porque em termos de volume de venda o percentual negativo foi de 11,80%, ou seja, maior que a queda da receita nominal.