Saúde

Boletim epidemiológico número 15 avalia dados coletados de 4 a 10 de junho

Fonte: Assessoria PMC em 20 de Junho de 2017

A Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá divulgou na última sexta-feira, 16 de junho, o boletim epidemiológico número 15, que avalia os dados coletados entre os dias 4 e 10 de junho em toda a cidade. O levantamento serve para apresentar o panorama das doenças no período analisado, sendo um instrumento de auxílio para a elaboração de estratégias, ações e interlocuções entre as equipes técnicas.

Até a semana 23, Corumbá registrou 384 casos suspeitos de dengue. 26 foram confirmados. Os bairros com mais incidência são Centro, Dom Bosco, Aeroporto, Maria Leite, Cristo Redentor, Popular Velha e Popular Nova. Com relação ao zica vírus, são 84 casos suspeitos e somente cinco confirmados. De Chikungunya foram oito casos confirmados e 58 notificados.

Também foram confirmados sete casos de leishmaniose visceral nos bairros Jardim dos Estados, Jardinzinho, Popular Velha, Previsul e Dom Bosco, Centro América e um óbito no bairro Maria Leite. Essa é uma doença caracterizada por febre de longa duração, perda de peso, fraqueza e anemia, dentre outras manifestações. Quando não tratada, pode evoluir para óbito em mais de 90% dos casos.

De influenza, comumente conhecida como gripe, foram confirmados por laboratório nove casos de H3 sazonal e um caso de H3 sazonal por vínculo epidemiológico. No ano são 112 casos notificados da doença em Corumbá. A Secretaria Municipal de Saúde está acompanhando também os casos de doenças diarréicas agudas.

Conforme os dados coletados, até a semana 23 foram registrados 1.833 casos em Corumbá. Destes, 94 casos ocorreram crianças menores de um ano, 453 em crianças de um a quatro anos, 180 casos em criança de cinco a nove anos e 1.022 casos em crianças com mais de 10 anos.

Ações
Com base nos casos notificados e confirmados, e no segundo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), as equipes da Secretaria de Saúde realizaram as seguintes ações de combate ao vetor:

Na semana 23 foi realizado bloqueio de transmissão em 1.358 imóveis com a bomba costal nas micro-áreas: Agesa, Gastão, Rancho LG, DOF, Nova Corumbá, Almirante Tamandaré, Clio Proença, Cripam, Cristo, Rotary, Aeroporto, TV Morena, Transamérica, Senai, Rancho, LG, Santos Dumont e João de Brito.

Durante a semana 23 foram visitados 3967 imóveis nas atividades de rotina, onde foram feitas eliminação de focos, com o objetivo de impossibilitar o desenvolvimento do vetor e orientação junto aos moradores para que evitem o acúmulo de materiais que possam favorecer o depósito de ovos do mosquito transmissor.

A Equipe de Bloqueio Mecânico realizou bloqueio nas seguintes micro áreas: Cemitério, Santos Dumont, Linha Férrea, Rancho LG, Gastão, Cripam, Cristo Redentor, TV Morena, Transamérica, Aeroporto, Nova Corumbá, DOF.

Foi realizado manejo ambiental em todos os casos notificados; a Coordenação de Controle de Vetores participou de semana do Meio Ambiente; stand 10 min Contra o Aedes na Escola Clio Proença, ESF São Bartolomeu, ESF Maria Lucia Pereira de Carvalho e Escola Angela Maria Peres; foi realizada visita investigativa caso suspeito de Leishmaniose tegumentar - Bairro Dom Bosco.