Economia

Em cenário de incertezas, empregos no setor terciário de MS encolhem

Fonte: Assessoria de Imprensa Fecomércio/MS em 21 de Junho de 2017

No mês de maio, o saldo de empregos (diferença entre admitidos e demitidos) no setor terciário de Mato Grosso do Sul fechou negativo. O comércio contratou 4.801 e demitiu 4.915. No que se refere aos serviços, esses valores foram respectivamente de 6.421 e 6.698.

"Como o próprio nome diz instabilidade tende a implicar nesses movimentos de sobe e desce e, faz parte do processo de recuperação da economia. Infelizmente é inegável que um cenário como esse traz, incertezas a população e aos empresários", avalia o presidente do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento de Mato Grosso do Sul), Edison Araújo.

Para contornar esse cenário continuam valendo aos empresários estratégias que possam atrair clientes, o entendimento do comportamento do consumidor, atuação a partir de parcerias, criatividade, identificação de oportunidades e planejamento de longo prazo.

No Estado, apesar disso, três municípios apresentaram resultados positivos mais significativos, Campo Grande para o comércio, Dourados e Paranaíba para o segmento de serviços