Coisas que Acontecem

SAÚDE, UM PATRIMÔNIO NOSSO

Fonte: Farid Yunes em 11 de Julho de 2017

Clóvis Neto/PMC

O que se observa é um crescimento ininterrupto da procura pela saúde, principalmente pelo número de trabalhadores que cresceu e também por muitos que desistiram de manter os caríssimos planos de saúde, que cortam a cada tempo especialidades, além das dificuldades de manter em dia o pagamento mensal do carnê. E com essa situação temos visto até pessoas de famílias tradicionais e com patrimônio, procurando atendimentos e medicamentos nos ambulatórios, postos de saúde e farmácia municipal.

Em Corumbá está acontecendo o pior com a invasão de bolivianos em todos os locais onde existem atendimentos públicos como postos de saúde, pronto socorro, UPA, hospital, maternidade e com isso muitos brasileiros ficam de fora de atendimentos, pois 30% dos leitos hospitalares estão sendo ocupados por bolivianos que não moram aqui, mas que através de contas de luz negociadas com moradores de nossa cidade, conseguem atestados de residência e aí vão atrás da Carteira do SUS, o que caracteriza falsidade ideológica, cujo ato criminoso já está sendo investigado pela Polícia Federal.

Com R$150,00(cento e cinquenta reais), muitos bolivianos que residem do lado de lá da fronteira conseguem benefícios que os brasileiros levam anos pagando para poderem usufruir na saúde.

O Jornal Correio de Corumbá vem travando de forma solitária esta luta para que as coisas voltem ao seu lugar, com atendimentos aos que têm direitos: brasileiros e bolivianos que realmente residem em nosso município, e não aqueles que usam meios ilícitos e criminosos.

E mais uma vez citamos que quando a Constituição Federal garante atendimento aos estrangeiros, se refere aos que moram e trabalham no Brasil e aos turistas e visitantes que por ventura sofram acidentes, atentados ou algum mal súbito dentro do nosso país durante suas estadas e não aos que são trazidos vítimas de acidentes ou doentes para cirurgias ou tratamento médico em nossa Nação.

A prefeitura de Corumbá através do prefeito Ruiter Cunha e do secretário municipal de Saúde fizeram a primeira reunião para organizar o caso. A partir de agora a concessão da Carteira de Atendimento do SUS será emitida somente na Prefeitura Municipal de Corumbá e não mais no Hospital, mediante apresentação da Carteira Internacional passaporte Modelo 19.

Com essa atitude, com certeza o atendimento voltará à normalidade, com a disponibilidade de 30% a mais das vagas a nós que vivemos em Corumbá, Ladário e no Pantanal, com o retorno do direito aos que realmente fazem jus. E os hermanos bolivianos que residem em nossa cidade, também desfrutam desse direito.