Saúde

Boletim epidemiológico confirma mais um caso de zica vírus no Guató

Fonte: Assessoria PMC em 18 de Julho de 2017

A Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá confirmou mais um caso de zica vírus no bairro Guató. É a sexta ocorrência detectada na cidade em 2017, sendo a segunda no bairro da parte alta. Os outros casos foram registrados no Centro, Aeroporto, Nova Corumbá e um importado de outra cidade.

A zica vírus é uma doença viral aguda, transmitida principalmente pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, caracterizada pelo surgimento de manchas avermelhadas na pele, febre, vermelhidão nos olhos, dor nas articulações, dor de cabeça e dores musculares.

A maior parte dos casos apresentam evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após sete dias. Até o dia 8 de julho, conforme o 19ª Boletim Epidemiológico da Vigilância em Saúde, foram notificados 90 casos suspeitos no município.

Ainda conforme o levantamento realizado pela Secretaria de Saúde, 409 casos suspeitos de dengue foram notificados na cidade, sendo 28 deles confirmados. A maioria dos casos confirmados (9) foi registrada no Centro de Corumbá. Já os casos suspeitos de chikungunya são 67, com 11 casos confirmados.

Para essas três doenças, os métodos de prevenção são os mesmos: descartar todos os objetos não utilizados que estiverem expostos às chuvas para não acumular água; tampar tonéis e depósitos de água; trocar diariamente a água dos bebedouros dos animais; colocar terra ou areia nos vasinhos de plantas; colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira completamente tampada.

Influenza e diarreia
Influenza, comumente conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dor muscular e perda de apetite, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura uma semana.

Algumas pessoas, como idosos, crianças novas, gestantes e pessoas que apresentam outras enfermidades possuem um risco maior de desenvolver complicações devido à influenza. A vacinação é a intervenção mais importante na redução do impacto da influenza. Em Corumbá foram confirmados por laboratório nove casos de H3 sazonal e um caso de H3 sazonal por vínculo epidemiológico.

Também foram registrados 2.272 casos de Doenças Diarreicas Agudas até o dia 8 de julho. Destes, 112 casos ocorreram crianças menores de um ano 555 em crianças de um a quatro anos, 222 casos em criança de cinco a nove anos e 1298 casos em crianças com mais de 10 anos.

A diarreia aguda é uma síndrome clínica de diversas etiologias que se caracteriza por alterações do volume, consistência e frequência das fezes, mais frequentemente associada com a liquidez das fezes e o aumento no número de evacuações. Com grande frequência costuma ser acompanhada de vômitos, febre, cólicas e dor abdominal. Algumas vezes pode apresentar muco e sangue (disenteria).

Em geral é autolimitada, isto é, tende à cura espontaneamente, com duração entre 2 a 14 dias, e sua gravidade depende da presença e intensidade da desidratação ou do tipo de toxina produzida pelo agente que provocar outras síndromes.